Paraná Extra

Hauly diz que governo só vai pagar correção da inflação ao funcionalismo

O secretário estadual da Fazenda, Luiz Carlos Hauly, disse nesta tarde (14) na Assembleia Legislativa, onde foi fazer a prestação de contas do governo referente ao último quadrimestre, que o funcionalismo deverá receber apenas a reposição inflacionária quando da negociação salarial da categoria. O secretário disse que a crise econômica mundial vem provocando medidas de ajuste e que também o governo federal não prevê o pagamento de ganho real a seus servidores neste ano.

Hauly, que ainda não descartou a possibilidade de ser candidato à prefeitura de Londrina – “tenho até sete de abril para pensar nisso” – disse que o governo fechou 2.011 no azul. A folha da pagamento cresceu 19,8%, de R$ 10,6 para 12,7 bilhões, por conta da reposição de perdas, reenquadramento e novas contratações, para uma arrecadação que se elevou em 13%. “Mesmo assim fechamos o ano de forma equilibrada, com as metas fiscais cumpridas e pagamentos em dia”, explicou.

O recolhimento de ICMS, que representa 84,7% das receitas tributárias, foi de R$ 15,8 bilhões no ano passado, com aumento de 14,6% em relação ao ano anterior. Já, a arrecadação do IPVA cresceu 8,3%, de R$ 1,36 bilhões para R$ 1,54 bilhões.

Deixe uma resposta