Paraná Extra

Indice de infestação por dengue caiu 44% no quadrimestre

O índice de infestação do mosquito Aedes aegypti caiu 44% no Paraná, no primeiro quadrimestre do ano, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SESA).

Dos 320 municípios paranaenses infestados, que monitoram a presença do inseto transmissor da dengue, zika e chikungunya, apenas 65 estão em alerta grave. O secretário estadual da Saúde, Antônio Carlos Nardi, destaca que as políticas públicas aliadas ao empenho da população em manter os terrenos limpos, foram fundamentais para reduzir o risco das doenças.

A cada dois meses, equipes de vigilância dos municípios devem fazer o Levantamento do Índice de Infestação por Aedes aegypti através de visitas domiciliares. No primeiro ciclo de visitas, em janeiro e fevereiro deste ano, 87 municípios apresentavam nível satisfatório de infestação predial, 142 estavam em alerta e 118 municípios em nível de risco. No segundo ciclo de visitas, entre março e abril, 94 municípios apresentaram nível satisfatório, 146 municípios estavam em alerta e apenas 65 municípios em situação de risco. Segundo a coordenadora de Vigilância Ambiental da Secretaria de Estado da Saúde, Ivana Belmonte, a ação dos agentes de endemias, aliados à mobilização social e a queda das temperaturas contribuem para a diminuição das infestações no estado. O secretário da Saúde alerta que os cuidados de prevenção são obrigação de todos e devem ser feitos de forma contínua.

Entre os cuidados preventivos estão: evitar o acúmulo de lixo e entulhos; deixar sacolas e recipientes com lixo fechados; manter as caixas d’água sempre vedadas; remover a sujeira das calhas e ralos; verificar bandejas de ar-condicionado e geladeiras, mantendo-as limpas e sem água; e manter vasos sanitários sem uso fechados.

(CBN)

Deixe uma resposta