Paraná Extra

Indiciados jovens que explodiram cão e postaram na net

A polícia concluiu o inquérito contra um grupo de jovens acusado de explodir um cachorro em Araucária, região metropolitana de Curitiba. O fato aconteceu em janeiro de 2010, mas só veio à tona depois que o grupo postou um vídeo na internet, já no fim do ano.

Segundo a polícia, um dos jovens era dono do animal e resolveu sacrificá-lo porque estava doente. Eles amarraram um saco plástico na cabeça do cão e prenderam uma bomba numa das patas. Mesmo com a explosão, o animal sobreviveu. Em seguida eles colocaram outra bomba, desta vez presa na cabeça, dentro do saco plástico e concretizaram o objetivo macabro.

O vídeo foi removido pelo moderador do site, mas as denúncias chegaram até a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente na capital. O caso foi repassado a Delegacia de Araucária.

Os adolescentes, todos moradores do Jardim Califórnia, acabaram sendo capturados em dezembro passado. No dia 27, eles prestaram depoimento aos investigadores, mas foram liberados porque na época do crime ainda eram menores de idade.

Foi aberto um processo especial em função disso. Mesmo sendo indiciados pelo artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (maus tratos contra animais), os adolescentes devem ser submetidos apenas à medidas socioeducativas. 
(Portal Banda B)

2 respostas para “Indiciados jovens que explodiram cão e postaram na net”

  1. Neuraci Souza disse:

    Ah!!! Se eu fosse um bandido eu amarraria uma bombinha em cada orgão genital de cada um deles,não mata,sóficam de fralda.

  2. Michele disse:

    que deus os perdoe e o caozinho que sofreu desta maneira tambem.

Deixe uma resposta