Paraná Extra

Itaperuçu ainda não se recuperou do prejuízo de vendaval

Uma van de atendimento móvel da Copel deve permanecer pelos próximos dias em Itaperuçu, na região metropolitana de Curitiba, para tirar dúvidas dos moradores que tiveram prejuízos por conta do vendaval que atingiu a cidade na última sexta-feira.

Pelo menos 750 casas continuavam sem luz na cidade na tarde de ontem (2).

De acordo com o gerente de serviços da Copel, Leandro Batista, os funcionários fizeram uma força tarefa nos últimos dias para que o fornecimento voltasse ao normal.

A Copel também informou que deve arcar com o conserto das entradas de energia das casas – o poste de tamanho menor do que um poste de luz que ficam em frente às residências. A responsabilidade pela manutenção desse “postinho” é do proprietário da casa, mas por se tratar de um evento inesperado a Companhia afirmou que fará os reparos para ajudar os moradores que sofreram os transtornos.
Com ventos que chegaram aos 100 quilômetros por hora, o vendaval atingiu mais de quatrocentas casas no município. Quatro pessoas morreram, sendo dois adolescentes, de 14 e 17 anos, devido ao desabamento de um muro, e duas idosas por casos clínicos – as mulheres entraram em pânico no momento do temporal e enfartaram.

A possibilidade de ter ocorrido um tornado já foi descartada. Segundo o Instituto de Metereologia do Paraná, o Simepar, provavelmente houve uma microexplosão, que ocorre quando um forte jato de vento desce ao solo em uma única vez. As famílias trabalham na reconstrução das casas e contam com doações. Mais de 500 lonas já foram distribuídas pela Defesa Civil.

Deixe uma resposta