Paraná Extra

Joice deixa grupo J. Malucelli justificando: para não baixar a cabeça

A radialista Joice Hasselmann deixou ontem pela manhã (5) de ser apresentadora da rádio Band News, que é controlada pelo grupo J. Malucelli. Em breve comunicado em seu site publicado hoje (6), diz que sai para não acatar determinações que sua ética e moral a impedem de acatar e para não baixar a cabeça.

 

Eis a explicação da radialista: “Em respeito aos ouvintes que todos os dias me acompanhavam pela manhã discutindo comigo os assuntos da cidade e do estado quero avisar que a partir desta segunda-feira eu não faço mais parte da Rádio Bandnews FM, que integrei desde a abertura da emissora e que comandei nos últimos anos. Vou explicar todos os detalhes da minha saída nos próximos dias. Por enquanto o que posso dizer é que há determinações que a ética e a moral me impediram de acatar e que continuo firme com meus princípios e com a convicção de que nem sempre devemos baixar a cabeça, ainda que isso custe um cargo, seja ele qual for. As sapatadas, os pitacos na política, a opinião doa a quem doer você continua acompanhando aqui pelo blogdajoice.com”.

 

No twitter, a jornalista publicou também nesta manhã: “Minha saída nada tem a ver com meus projetos maiores.Decidi manter minha espinha ereta. Em breve darei detalhes”.

2 respostas para “Joice deixa grupo J. Malucelli justificando: para não baixar a cabeça”

  1. haline disse:

    estou muito triste em nao poder mais te ouvir nas ,manhãs pode ter certeza dona matraca a radio perdeu muitos ouvintes ,pois não temos mais anossa matraca te gosto muito e aprendi muito com você sobre politica volte logo beeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiijoooooooooooossssssssssss sua fã haline

  2. Sildiney Costa disse:

    Quando denunciei á Sra Joice que a USINA de reciclagem proposto pelo SIPAR, tratava-se de um engodo para ludibriar o povo, porque em um dos ítens do EIA/RIMA preve que a totalidade dos resíduos poderão ser depositados em aterro sanitário durante os 18 primeiros meses, ela nunca me retornou ou como jornalista Ética poderia haver verificado no site do IAP, onde encontra-se na íntegra o EIA/RIMA do projeto proposto, a informei também que parecia que tudo estava caminhando para criar uma facilidade para a ESTRE AMBIENTAL fazer um Aterro Sanitário em FRG… hoje é fato… o aterro está funcionando a mil por hora, inclusive importando Lixo de outras cidades, e como se trata de uma empresa privada com alvará liberado pelo Governador Beto Richa via IAP, nada há mais para se questionar.
    Fiquei surpreso algum tempo depois quando a Jornalista foi agraciada por um prêmio internacional por seu envolvimento com o SIPAR.. como vocês podem verificar no BLOG da Joice, portanto acho que quando ela fala em Ética, só se for a movida por R$ dinheiro, pois talvez quando entrou alguns tostões através das milionárias indústrias do LIXO, ela nunca se honrou em lançar a público a farsa da SUPOSTA USINA de RECICLAGEM, tanto é que a Mariza que comandava o consórcio (SIPAR) ganhou o cargo de Secretária de Meio Ambiente de Curitiba, e isso após ser severamente questionada nos debates públicos sobre esses 18 meses de aterro inclusos no projeto, qualquer empresa portanto poderia pedir prorrogação infinita da licença. Hoje ela se posta de coitadinha e ética???? Desculpe Moça más ética é ver o EIA/RIMA e anunciar a mil ventos as irregularidades que estavam impondo não só á população de Curitiba, como para toda a população da Região metropolitana, ou seja para mais de de 4 milhões de pessoas que acreditam que seus resíduos teriam uma destinação adequada e não estariam sendo enterrados… então para que propor a separação se tudo esta sendo enterrado…e para a empresa que recebe por tonelada de lixo.. jamis fará quaisquer proposta para um novo “LIXO QUE NÂO É LIXO” e se o fizer pedirá aumento do valor da tonelada…. é uma cretinice

Deixe uma resposta