Paraná Extra

Justiça bloqueia bens de ex-prefeito de Almirante Tamandaré

Atendendo pedido formulado pelo Ministério Público do Paraná, por meio da 4ª Promotoria de Justiça de Almirante Tamandaré, a Justiça determinou o bloqueio de bens em R$ 22.478,82 do ex-prefeito da cidade no mandato de 2013 a 2016. O pedido foi feito em ação civil pública por ato de improbidade com enriquecimento ilícito que tem também como requeridos, além do ex-prefeito, os ex-secretários de Fazenda, de Administração e de Assuntos Estratégicos, um empresário e uma empresa – todos com os bens igualmente bloqueados solidariamente no montante indicado.

De acordo com a ação, os requeridos envolveram-se em desvio de recursos públicos mediante o pagamento de R$ 7.279,85 sem procedimento formal de dispensa de licitação e para uma empresa “de fachada”, resultando em enriquecimento ilícito de um dos requeridos, ex-secretário. O então agente público chegou a ser preso na Operação Via Fácil, deflagrada em 2015 pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) para investigar recebimento de propina. Estão em curso outros seis processos envolvendo ilícitos apurados a partir da Operação Via Fácil.

Deixe uma resposta