Paraná Extra

Justiça bloqueia dinheiro que Teló ganhou com “Ai se eu te pego”

O sucesso do hit Ai Se Eu Te Pego, do cantor paranaense Michel Teló, tem trazido problemas para o cantor. Segundo o jornal Agora S. Paulo, o juiz da 3ª Vara Cível de João Pessoa, Miguel de Brito Lyra Filho, concedeu na terça-feira (13) liminar favorável a três estudantes que dizem serem coautoras da canção.

De acordo com a publicação, todo o dinheiro arrecadado com a venda ou distribuição da música está bloqueado. No documento, o juiz ainda cita a Editora Musica Panttanal Ltda, a cantora Sharon Acioly, o compositor Antônio Diggs, a empresa Michel Teló, a Gravadora Som Livre Ltda. e a Apple Computer do Brasil Ltda.

Michel Teló já tinha comprado os direitos autorais de duas autoras do hit anteriormente, através de Sharon Acioly, que havia adquirido a música, mas outras moças, colegas delas também alegam terem direito.

Na versão de Michel Telo, Ai se Eu Te Pego alcançou as 10 primeiras posições na Suíça e ficou em primeiro lugar na Espanha, Holanda e Itália, além de gravar a canção em vários idiomas.

Deixe uma resposta