Paraná Extra

Justiça determinou desbloqueio em estrada de acesso a Pinhão

Uma liminar expedida pelo juiz Adriano Scussiatto Eyng, da 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública da Comarca de Guarapuava, determina o desbloqueio da PR-170, entre Pinhão e Guarapuava, no Centro Sul do Estado.

Além de autorizar a urgente liberação de trechos fechados, o magistrado emitiu um mandato proibitório para que os responsáveis pelo fechamento da estrada “se abstenham da prática de novo esbulho possessório na referida rodovia estadual, permitindo a livre locomoção de pessoas e de mercadorias e serviços”.

A decisão atende ação movida pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), que pedia a reintegração de posse da rodovia. Na decisão, o juiz estabelece multa de R$ 5 mil por hora a cada um dos responsáveis pelo fechamento da estrada, no caso de descumprimento da ordem. A ação de bloqueio é organizada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

NOTIFICAÇÃO – Nesta sexta-feira (8), um oficial de Justiça foi ao local para notificar o MST e, juntamente com o comando local da Polícia Militar, negocia a liberação pacífica da via em obediência à ordem judicial.

A superintendência regional de Guarapuava do DER solicitou apoio da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) que está orientando os motoristas sobre o bloqueio na rodovia. O DER informa que não há grandes filas no local. Para quem precisa se deslocar ao município de Pinhão, o único acesso disponível é feito por Bituruna até a PR-170.

Deixe uma resposta