Paraná Extra

Latrocínios aumentaram 40,3%, mas homicídios caíram 10,6% no ano passado

O número de vítimas de latrocínio aumentou 40,3% em 2018 no Paraná, em comparação ao ano anterior. Segundo balanço da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), em 2017 foram registrados 67 casos desse tipo, enquanto 2018 teve 94 registros. Já o número de homicídios diminuiu 10,6%, saindo de 2.187 ocorrências em 2017 para 1.955 em 2018.

O levantamento foi divulgado pela Secretaria ontem (26). No total, o Estado teve 2.088 mortes violentas no ano passado – 202 a menos que em 2017. Dos 399 municípios do Paraná,146 não registraram homicídios entre janeiro e dezembro de 2018, e 28% registraram somente um ou dois homicídios no período.

De acordo com o relatório, a 20ª Área Integrada de Segurança Pública (AISP) de Londrina, que é composta por cinco municípios, foi a que teve a maior redução de ocorrências, com 46% menos registros de mortes violentas em 2018. Em segundo lugar aparece a 11ª Área de Cascavel, que tem 22 cidades, e teve redução de 30% no número de casos.

Em seguida vêm a 19ª Área de Rolândia, composta por 16 municípios, e que teve redução de 24%, a 18ª Área de Apucarana, que tem 26 cidades e teve redução de 22,5% e, por fim, a 23ª Área de Jacarezinho, com 22 municípios e diminuição de 21,8%. Na 2ª Área Integrada de São José dos Pinhais, que compreende 22 municípios da Região Metropolitana de Curitiba, a redução foi de 17,6%.  Curitiba também registrou queda nos índices, com 293 homicídios em 2018, 21% a menos em relação ao mesmo período do ano anterior.

Deixe uma resposta