Paraná Extra

Lava Jato desiste de criar fundo privado com verba da Petrobras

A força-tarefa do Ministério Publico Federal (MPF) que atua na Operação Lava Jato no Paraná desistiu de criar um fundo privado para gerir dinheiro devolvido pela Petrobras. Um pedido de suspensão dos procedimento para criação da fundação que receberia os recursos foi protocolado nesta terça-feira (12).Na petição, o MPF diz que “diante do debate social sobre o destino dos recursos, noticiado pela mídia nacional, a força tarefa ministerial está em diálogo com outros órgãos na busca de soluções ou alternativas que eventualmente se mostrem mais favoráveis para assegurar que os valores sejam usufruídos pela sociedade brasileira”.
Os procuradores disseram que vêm mantendo tratativas com a Advocacia-Geral da União e a Petrobras para discutir o tema. Afirmaram, ainda, que irão consultar a Controladoria-Geral da União e o Tribunal de Contas da União.
Enquanto não houver solução, o MPF diz que o dinheiro devolvido ficará depositado em conta judicial vinculada à 13ª Vara Federal de Curitiba, com rendimentos atrelados à Selic.
Para que o processo seja suspenso, é preciso que o juiz Luiz Antônio Bonat concorde com pedido dos procuradores.

(G1)

Deixe uma resposta