Paraná Extra

Liberada venda de genA�rico para tratar malA?ria, artrite e lA?pus

A AgA?ncia Nacional de VigilA?ncia SanitA?ria (Anvisa) concedeu o registro a mais um genA�rico inA�dito no paA�s. O medicamento A� o Sulfato de hidroxicloroquina, indicado para o tratamento de reumatismo e doenA�as de pele. AlA�m de ampliar o acesso da populaA�A?o a uma nova opA�A?o terapA?utica, o produto reduz o custo do tratamento, uma vez que os produtos genA�ricos sA?o, no mA�nimo, 35% mais baratos do que os de marca.

De acordo com o fabricante, podem fazer uso do medicamento pacientes portadores de artrite reumatoide (inflamaA�A?o crA?nica das articulaA�A�es), artrite reumatoide juvenil (em crianA�as) e malA?ria (em casos de crises agudas e tratamento supressivo). TambA�m hA? indicaA�A?o de uso para o tratamento de pessoas com lA?pus eritematoso (sistA?mico e discoide) e problemas de pele provocadas ou agravadas pela luz solar.

O medicamento foi registrado pela empresa EMS S/A. A publicaA�A?o do registro no DiA?rio Oficial da UniA?o ocorreu no dia 06/08. Leia abaixo informaA�A�es sobre as principais doenA�as que podem ser tratadas com o Sulfato de hidroxicloroquina.

MalA?ria
A malA?ria A� uma doenA�a infecciosa febril aguda, causada por protozoA?rios transmitidos pela fA?mea infectada do mosquito Anopheles. A cura A� possA�vel se a doenA�a for tratada em tempo oportuno e de forma adequada. Contudo, a malA?ria pode evoluir para forma grave e para A?bito.

Os sintomas sA?o febre alta, calafrios, tremores, sudorese e dor de cabeA�a, que podem ocorrer de forma cA�clica. Muitas pessoas, antes de apresentarem estas manifestaA�A�es mais caracterA�sticas, sentem nA?useas, vA?mitos, cansaA�o e falta de apetite.

No Brasil, a maioria dos casos de malA?ria se concentra na regiA?o AmazA?nica, nos estados do Acre, AmapA?, Amazonas, MaranhA?o, Mato Grosso, ParA?, RondA?nia, Roraima e Tocantins.

Artrite reumatoide
DoenA�a inflamatA?ria crA?nica que pode afetar vA?rias articulaA�A�es. A causa A� desconhecida e acomete as mulheres duas vezes mais do que os homens. Inicia-se geralmente entre 30 e 40 anos e sua incidA?ncia aumenta com a idade.

Os sintomas mais comuns sA?o dor, edema, calor e vermelhidA?o, em qualquer articulaA�A?o do corpo, sobretudo mA?os e punhos. O comprometimento da coluna lombar e dorsal A� raro, mas a cervical A� frequentemente envolvida.

Artrite reumatoide juvenil
TambA�m conhecida como artrite idiopA?tica juvenil, A� uma doenA�a inflamatA?ria crA?nica que acomete as articulaA�A�es e outros A?rgA?os, como a pele, os olhos e o coraA�A?o. A principal manifestaA�A?o clA�nica A� a artrite, caracterizada por dor, aumento de volume e de temperatura de uma ou mais articulaA�A�es. Cabe ressaltar que em algumas crianA�as a dor A� mA�nima, ou atA� mesmo inexistente.

A incidA?ncia da artrite idiopA?tica juvenil A� desconhecida no Brasil, mas dados provenientes de paA�ses da AmA�rica do Norte e da Europa indicam que cerca de 0,1 a 1 em cada 1.000 crianA�as tem essa doenA�a.

LA?pus
O lA?pus eritematoso sistA?mico (LES ou apenas lA?pus) A� uma doenA�a inflamatA?ria crA?nica, de origem autoimune, cujos sintomas podem surgir em diversos A?rgA?os de forma lenta e progressiva (meses) ou mais rapidamente (semanas), em fases de atividade e de remissA?o (diminuiA�A?o dos sintomas).

SA?o reconhecidos dois tipos principais de lA?pus. Um deles A� o cutA?neo, que se manifesta apenas com manchas na pele. O outro tipo conhecido A� o sistA?mico, no qual um ou mais A?rgA?os internos sA?o acometidos.

A doenA�a pode ocorrer em pessoas de qualquer idade, raA�a e sexo, porA�m as mulheres sA?o muito mais acometidas. Ocorre principalmente entre 20 e 45 anos, sendo flox. um pouco mais frequente em pessoas mestiA�as e nos afrodescendentes. NA?o hA? nA?meros exatos para o Brasil, mas estimativas indicam que existam cerca de 65.000 pessoas com lA?pus, sendo a maioria mulheres.

Deixe uma resposta