Paraná Extra

Londrina: MP denuncia vereador por compra de votos

A Promotoria de Justiça de Londrina ofereceu denúncia, no âmbito eleitoral, contra o vereador Joel Garcia e outras 26 pessoas, por suposta compra de votos nas eleições de 2008.

 

Segundo a denúncia, durante a campanha eleitoral, entre os meses de agosto e outubro de 2008, no Distrito de São Luiz, Garcia – então candidato a vereador do município de Londrina – teria idealizado um sistema de captação ilegal de votos, e recrutado pessoas para oferecerem vantagens indevidas em troca de votos, disponibilizando aos cabos eleitorais “todos os recursos financeiros necessários para a “compra de votos” de eleitores em geral daquele distrito”.

 

De acordo com a Promotoria Eleitoral, as quantias oferecidas a eleitores do distrito variavam de 15 a 30 reais.

 

Além de oferecer a denúncia à Justiça, a Promotoria requereu ao Juízo da 146ª Zona Eleitoral os antecedentes criminais dos denunciados e propôs a suspensão que os denunciados cumpram, por um período de dois anos, as seguintes condições: “a) não freqüentarem boates, cabarés e estabelecimentos do gênero, bem como de não apresentarem-se em público em estado de ebriez etílica; b) não ausentarem-se da Comarca onde residem por prazo superior a 30 (trinta) dias ou dela transferirem residência sem autorização judicial e; c) comparecerem bimestralmente perante esse Juízo, para informar e justificar suas atividades”.

 

A Promotoria Eleitoral esclarece que essa denúncia foi oferecida em decorrência da anulação de ação penal anterior contra Joel Garcia, que havia sido condenado e cuja nulidade foi reconhecida pelo Tribunal Regional Eleitoral em virtude de não constarem da denúncia anterior os eleitores corrompidos, o que agora foi incluído.

 

Deixe uma resposta