Paraná Extra

Médicos realizam protesto na próxima semana

No dia 25 de outubro, médicos do Sistema Único de Saúde (SUS) de todo País estarão envolvidos em um protesto contra a precariedade do setor público. No Paraná, as ações estarão concentradas na Capital, onde será realizada uma mobilização com o objetivo de esclarecer à sociedade sobre as condições de trabalho do médico.

O presidente do Conselho de Medicina informa que não será realizada paralisação do atendimento médico. “Optamos por um protesto público com intenção educativa. Pretendemos apresentar às pessoas os principais problemas do SUS em nosso Estado e demonstrar nosso compromisso com a construção de um sistema público de qualidade e acessível a todos”, completa.

Na próxima terça-feira (25), profissionais estarão distribuindo panfletos contendo informações sobre o SUS às pessoas que passarem pela Boca Maldita, no centro de Curitiba. “Queremos chamar a atenção da sociedade e reafirmar nossa posição de luta por melhores condições na assistência à saúde da população”, afirma o presidente do Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR), Carlos Roberto Goytacaz Rocha.

Segundo Rocha os médicos não têm condições adequadas de trabalho e remuneração condizente com a responsabilidade da profissção. “Faltam investimentos e recursos para melhorar e dar agilidade ao atendimento à população”, ressalta.

Utilizando a campanha publicitária “Eu luto pela saúde” lançada pelos conselhos de medicina, o manifesto em defesa do SUS envolverá também as demais entidades representativas da classe médica – Associação Médica do Paraná (AMP) e Sindicato dos Médicos do Estado do Paraná (Simepar).

Dados paranaenses:

● De um universo de mais de 19 mil médicos ativos no Estado, 50% atuam no SUS.
● O salário-base pago pela Secretaria Estadual de Saúde do Paraná para o profissional atuar por 20 horas semanais, independente da especialidade, é de R$ 2.685,56.
● 67 mil é a média mensal de internações pelo SUS no Paraná.
● 16 milhões é a média da produção ambulatorial mensal do SUS no PR.

Do www.bemparana.com.br

Deixe uma resposta