Paraná Extra

Mercado financeiro mantA�m estimativa de inflaA�A?o em 4,11%

A estimativa de instituiA�A�es financeiras para o A?ndice de PreA�os ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflaA�A?o oficial do paA�s, este ano permanece em 4,11%. A informaA�A?o consta do boletim Focus, publicado semanalmente pelo Banco Central (BC), com projeA�A�es de instituiA�A�es para os principais indicadores econA?micos.

Para as instituiA�A�es financeiras, o IPCA em 2019 serA? 4,10%, mesma estimativa hA? sete semanas; 4% em 2020; e 3,93 em 2021.Essas estimativas estA?o abaixo da meta que deve ser perseguida pelo BC. Neste ano, o centro da meta A� 4,5%, com limite inferior de 3% e superior de 6%, neste ano. Para 2019, a previsA?o A� 4,25%, com intervalo de tolerA?ncia entre 2,75% e 5,75%. Para 2020, a meta A� 4% e 2021, 3,75%, com intervalo de tolerA?ncia de 1,5 ponto percentual para os dois anos (2,5% a 5,5% e 2,25% a 5,25%, respectivamente).

Para alcanA�ar a meta de inflaA�A?o, o BC usa como instrumento a taxa bA?sica de juros, a Selic, atualmente em 6,5% ao ano.

De acordo com as instituiA�A�es financeiras, a Selic deve permanecer india drugs online no prescription. em 6,5% ao ano atA� o fim de 2018. Para 2019, a expectativa A� de aumento da taxa bA?sica, terminando o perA�odo em 8% ao ano, e permanecendo nesse patamar em 2020 e 2021.

Quando o ComitA? de PolA�tica MonetA?ria (Copom) aumenta a Selic, o objetivo A� conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preA�os porque os juros mais altos encarecem o crA�dito e estimulam a poupanA�a. Quando o Copom diminui os juros bA?sicos, a tendA?ncia A� que o crA�dito fique mais barato, com incentivo A� produA�A?o e ao consumo, reduzindo o controle da inflaA�A?o.

A manutenA�A?o da Selic, como prevA? o mercado financeiro neste ano, indica que o Copom considera as alteraA�A�es anteriores suficientes para chegar A� meta de inflaA�A?o.

A projeA�A?o para a expansA?o do Produto Interno Bruto (PIB) a�� a soma de todos os bens e serviA�os produzidos no paA�s a�� permaneceu em 1,5%. A previsA?o de crescimento do PIB para 2019 se mantA�m hA? cinco semanas em 2,5%. As instituiA�A�es financeiras tambA�m projetam crescimento de 2,5% do PIB em 2020 e 2021.

A previsA?o do mercado financeiro para a cotaA�A?o do dA?lar tambA�m permanece em 3,7 no fim deste ano e no fim de 2019. Para 2020, a estimativa cai para R$ 3,69. No final de 2021, a previsA?o sobe para R$ 3,75.

(AgA?ncia Brasil)

Deixe uma resposta