Paraná Extra

Mesmo condenado no STF, Meurer tem parecer favorável em Conselho de Ética

O deputado Mauro Lopes (MDB-MG) – relator no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados – apresentou parecer pelo arquivamento do processo por quebra de decoro contra o deputado Nelson Meurer (PP-PR). A decisão foi proferida na sessão do Conselho desta terça-feira (4).

Um pedido de vista do deputado Aluisio Mendes (Pode-MA) adiou a votação do caso pelo Conselho. Mauro Lopes justificou o arquivamento do processo com base em decisões anteriores do Conselho.

O relator justificou ainda que o caso ocorreu no mandato passado, antes de 2014, e que, mesmo assim, o povo do Paraná reelegeu o parlamentar paranaense. Lopes também lembrou que o processo ainda está no Supremo Tribunal Federal (STF).
Nelson Meurer foi o primeiro deputado em exercício da atividade a ser condenado pelo Supremo Tribunal Federal, por corrupção passiva, na Operação Lava Jato. Os atos foram cometidos entre 2006 e 2014. O deputado deve cumprir pena de 13 anos, 9 meses e dez dias em regime fechado. Nelson Meurer ainda não foi preso, pois aguarda a decisão sobre os últimos recursos que apresentou ao STF.

Deixe uma resposta