Paraná Extra

MON inaugura nesta quinta duas exposições inéditas

O Museu Oscar Niemeyer inaugura duas exposições inéditas nesta quinta-feira (26), às 19 horas. “Luz = Matéria”, na sala 6, e “Antologia poética (2000-2017) – Adolfo Montejo Navas”, na sala 10. Ambas as mostras possuem curadoria de Agnaldo Farias, curador do Museu.

A diretora-presidente do MON, Juliana Vosnika, fala sobre a importância desta realização. “O esforço coordenado de todos os envolvidos, sejam eles artistas, curadores, patrocinadores, ou funcionários, têm garantido o desenvolvimento e realização do calendário expositivo do Museu Oscar Niemeyer que entrega conteúdo de qualidade ao público. Este esforço tem sido reconhecido com o aumento da visitação e com prêmios que o museu tem recebido ao longo dos seus 15 anos”.

“LUZ = MATÉRIA” – A exposição apresenta uma seleção de obras do acervo do MON em diálogo com obras apreendidas na operação Lava Jato, buscando aquelas que têm como ponto comum a luz.

São mais de 100 artistas, com nomes como Abraham Palatnik, Alberto Guignard, Alfredo Andersen, Claudio Alvarez, Daniel Senise, Flavio Damm, José Bechara, Julio Le Parc, Maureen Bisilliat, Martin Chambi, Theodoro de Bona, Vik Muniz, entre outros.

O acervo do MON, constituído a partir de 2002, é composto por mais de 4 mil obras de artistas nacionais e internacionais, considerados referenciais importantes da produção artística. As obras apreendidas na operação Lava Jato estão sob guarda da instituição desde maio de 2014, a partir de decisão da Justiça Federal, que escolheu o museu por apresentar as melhores condições técnicas para abrigá-las.

“ANTOLOGIA POÉTICA” – A mostra, que faz sua estreia no Museu Oscar Niemeyer, foi desenvolvida a partir do livro homônimo do autor, poeta e crítico espanhol residente no Brasil, Adolfo Montejo Navas. Foi idealizado e confeccionado durante 18 anos para apresentar o grau de ironia e atrito não só visual que existe na representação destas imagens-sintomas que vinculam poesia e dinheiro.

A exposição apresenta uma coleção de mais de 120 cédulas bancárias que são efígies de poetas dos cinco cantos do mundo. De acordo com o artista, a obra foi idealizada a partir do ano 2000, para depois ter três momentos intensos de configuração como pesquisa e coleção: primeiro até 2005; mais recentemente durante o ano 2013; e, por último, neste ano de 2017.

SERVIÇO – Abertura das mostras “Luz = Matéria” e “Antologia poética (2000-2017) – Adolfo Montejo Navas”.

Data: 26 (quinta-feira).

Horário: 19 horas.

Entrada gratuita na hora da abertura

Local: Museu Oscar Niemeyer – Rua Marechal Hermes, 999 – Curitiba – Paraná.

Visitação: Terça a domingo, das 10h às 18h.

http://www.museuoscarniemeyer.org.br

Terça a domingo, das 10h às 18h.

Ingressos: R$ 16,00 e R$8,00 (meia-entrada).

Maiores de 60 e menores de 12 anos têm entrada franca.

Deixe uma resposta