Paraná Extra

Moro comeAi??a ouvir testemunhas do caso do sAi??tio que seria de Lula

O juiz SAi??rgio Moro comeAi??a a ouvir nesta segundaai??i??feira (5) as primeiras testemunhas da aAi??A?o penal da Lava Jato que acusa o ex-presidente Lula de receber vantagens indevidas da OAS e da Odebrecht atravAi??s de benfeitorias em um sAi??tio em Atibaia, no interior de SA?o Paulo. Conforme a denA?ncia, as melhorias no imA?vel totalizaram um milhA?o de reais. As audiA?ncias da acusaAi??A?o seguem atAi?? o dia 23 de fevereiro.

Entre as testemunhas chamadas pelo MinistAi??rio PA?blico Federal estA?o o casal de marqueteiros JoA?o Santana e Monica Moura, os ex-dirigentes da Petrobras Paulo Roberto Costa, Nestor CerverA? e Pedro Barusco e o doleiro Alberto Youssef. Depois das audiA?ncias da acusaAi??A?o, serA?o ouvidas as testemunhas de defesa. De acordo com a justiAi??a federal, os advogados de Lula indicaram 59 pessoas para testemunharem em favor do ex-presidente.

Em despacho, Moro questionou a defesa do petista sobre a necessidade de ouvir todas elas, jA? que algumas testemunharam tambAi??m em outros processos. AlAi??m do ex-presidente tambAi??m sA?o rAi??us no processo outras doze pessoas. O interrogatA?rio dos acusados ainda nA?o foi agendado pelo juiz SAi??rgio Moro.

Segundo o MinistAi??rio PA?blico Federal, os recursos para a reforma no sAi??tio de Atibaia vieram de seis contratos firmados entre as empreiteiras OAS e Odebrecht e a Petrobras. A defesa de Lula nega todas as acusaAi??Ai??es e diz que ai???nA?o existe qualquer elemento mAi??nimo que permita cogitar que Lula praticou qualquer dos crimes indicados pelo MPFai???.

Os advogados tambAi??m alegam que a forAi??a-tarefa da Lava Jato nA?o indicou qualquer ato de ofAi??cio de Lula, enquanto presidente de RepA?blica, que pudesse ter relaAi??A?o com os contratos e as supostas vantagens recebidas por ele. A aAi??A?o penal sobre o sAi??tio de Atibaia Ai?? o terceiro processo contra Lula nas mA?os do juiz SAi??rgio Moro.

Deixe uma resposta