Paraná Extra

Mostra comemora 120 anos de nascimento de Guido Viaro

A Secretaria de Estado da Educação abriu nesta semana, em Curitiba, a exposição Mestre Guido Viaro inspirando gerações. A mostra é uma homenagem aos 120 anos do nascimento do artista ítalo-brasileiro Guido Pellegrino Viaro, que adotou cidade de Curitiba no final dos anos 1920 para morar. A exposição fica aberta até o dia 10 de novembro, na sede da Secretaria da Educação e é aberta à comunidade.

A mostra conta com 22 releituras feitas por estudantes do curso de desenho do Centro Estadual de Capacitação em Artes Guido Viaro, em Curitiba, de obras que marcaram o trabalho do artista e seus ex-alunos como Leonor Botteri, Lizete Maria Toscani.

LEITURAS E PESQUISAS – A exposição demorou um ano para ficar pronta e o processo envolveu leituras e pesquisas sobre a vida e obra do artista. O trabalho feito pelos estudantes foi orientado pela professora de arte Mariangela Vilar de Oliveira. “Fizemos essa homenagem ao Guido Viaro, que foi professor do Estado, deixou um legado para várias gerações e que leva o nome da nossa escola”, contou Mariangela.

As releituras trazem traços característicos expressos nas obras de Guido Viaro, com a mistura de vários estilos e escolas que retrataram o cotidiano e a paisagem paranaense.

“Embora seja um artista italiano, ele desenvolveu a maior parte da sua carreira no Brasil. Pode ser considerado o pai da pintura moderna no Paraná porque rompeu paradigmas e quando chegou ao Estado trouxe ensinamentos a uma cidade que estava carente de conhecimentos artísticos. Foi também pioneiro no trabalho com arte e educação e deixou um legado que marcou a história da arte no Paraná”, disse Jacqueline Stubert Pinheiro, diretora do Centro de Artes Guido Viaro.

Rita de Cássia Teixeira Gusso, responsável pelo Centro de Documentação, Pesquisa e Informação Técnica da Secretaria da Educação, destacou que o espaço, onde está a exposição e que também abriga o acervo bibliográfico da pasta, é justamente multifuncional para facilitar o acesso a diferentes expressões artísticas.

“O centro de documentação não funciona apenas para documentação de produção de livros, mas também de todas as expressões culturais. E hoje estamos abrindo o centro para outro tipo de atividade cultural, com música e pintura desse artista importante na história do Paraná”, disse Rita.

VIDA E OBRA – Guido Pellegrino Viaro (1897-1971) nasceu na cidade de Badia Polesine (Itália) e teve a maior parte do seu trabalho desenvolvido no Brasil. Ele adotou Curitiba para morar no final do ano de 1929. Foi desenhista, gravurista, escultor e pesquisador. Foi ele que introduziu a pintura moderna no Paraná ao romper com a pintura acadêmica, apresentando uma nova proposta artística e inserindo Curitiba nos novos movimentos artísticos mundiais.

APRESENTAÇÃO – Além da exposição, o evento também contou com as apresentações artísticas dos alunos do curso de música infantojuvenil do centro. “A expectativa é grande em poder fazer uma boa apresentação porque é a primeira vez que o grupo se apresenta fora do centro de artes”, disse o estudante Isac Messias Michelon, 15 anos, do curso de música do Guido Viaro.

SERVIÇO – A exposição fica aberta até 10 de novembro, no Centro de Documentação, Pesquisa e Informação Técnica da Secretaria da Educação.

Endereço – Avenida Água Verde, 2140, Vila Izabel, Curitiba.

A entrada é livre para a comunidade, basta trazer o RG ou documento com foto.

Deixe uma resposta