Paraná Extra

MP denuncia prefeito de Londrina e pede bloqueio de R$ 1,6 milhão

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) pediu o bloqueio de R$ 1,6 milhão do prefeito de Londrina, no norte do Paraná, Marcelo Belinati (PP). Ele é alvo de uma ação por improbidade administrativa, enviada à Justiça na tarde de quarta-feira (1º).Belinati foi denunciado por irregularidades no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) do condomínio fechado em que mora com a família. O bloqueio de bens é para assegurar recursos para multas caso ele seja condenado.

Neste ano, o IPTU foi reajustado em boa parte da cidade – moradores chegaram a relatar um aumento de 400% no imposto. No residencial de Belinati, porém, os valores ficaram abaixo da média de mercado, conforme o MP-PR.

Ainda de acordo com o Ministério Público, isso aconteceu porque a documentação do residencial não estava atualizada. O condomínio fechado também não teve cobrada a taxa de coleta de lixo.
Durante as investigações, uma sindicância na prefeitura indicou que ocorreram falhas técnicas em relação ao condomínio do prefeito e que as irregularidades já estavam sendo sanadas.
Apesar disso, o MP-PR entende que o prefeito deve ser responsabilizado. Para o Ministério Público, Belinati omitiu as irregularidades e não exigiu a regularização.

(G1)

Deixe uma resposta