Paraná Extra

MP recorre contra decisão de júri que absolveu 13 PMs

O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria do Júri de Curitiba, interpôs nesta segunda-feira (16) um recurso contra a decisão do Tribunal do Júri (TJ) que absolveu 13 policiais militares acusados de homicídio triplamente qualificado e fraude processual pela morte, em 2009, de cinco suspeitos que estavam com um veículo furtado.

A fundamentação será apresentada formalmente pelo MPPR no prazo legal. Caso o recurso seja recebido, a Justiça deve determinar que a defesa dos envolvidos apresente suas contrarrazões para que os autos sejam remetidos ao Tribunal do Justiça, a quem caberá a decisão. As investigações do caso foram promovidas pelo MPPR por meio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Curitiba.

Juri

Após seis dias do maior julgamento do estado do Paraná, considerando o número de réus e de testemunhas arroladas, todos os 12 policiais militares acusados de matar cinco suspeitos de roubar um carro em 2009, no bairro Alto da Glória, em Curitiba.

O episódio, que terminou com a morte dos cinco suspeitos ficou conhecido como “Perseguição do Alto da Glória”, aconteceu no dia 11 de setembro de 2009. Os cinco mortos, que tinham acabado de cometer dois assaltos, estavam em um carro furtado que furou bloqueio da Rotam.

Deixe uma resposta