Paraná Extra

Mudança no Detran paralisa financiamentos de 16 mil veículos

A demora no processo para liberar a documentação de veículos financiados no Paraná tem barrado a entrega de carros e gerado insatisfação de clientes e donos de revendas, desde o dia 1º de outubro.O atraso acontece porque o gravame, que garante segurança às financiadoras, não está sendo liberado. Antes de outubro, o registro era feito por uma única empresa. Desde o dia 1º, o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) abriu cadastramento para que outras empresas fizessem o processo.
A Federação Brasileira de Bancos (Febrabam) não concorda com a forma que a arrecadação da taxa é dividida, segundo o Detran. Por isso, muitos bancos não estão liberando os financiamentos.
O Detran afirma que a responsabilidade pela liberação é da Federação Nacional das Empresas de Seguros.
Sem a liberação, segundo o Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veiculos (Sincodiv), 16 mil carros vendidos não podem ser entregues no estado. viagra with no subscription.
Aumento
Além disso, o documento, que é pago pelos donos dos veículos, teve aumento de preço, e agora pode chegar a até R$ 350. Segundo o Detran, mais de 4 mil financiamentos estão parados no estado.
Protesto
Em Curitiba, representantes de lojas revendedoras de carros e concessionárias fizeram um protesto e se dirigiram até a sede do Detran para pedir solução. Eles protestaram em frente ao departamento e se reuniram com representantes do Detran para tratar o assunto.
“O setor já passa por dificuldade e nós estamos há quase uma semana parados”, afirma Cézar Lançoni, presidente da Associação Revendedores Veículos Automotores no Estado Paraná.

(G1)

Deixe uma resposta