Paraná Extra

Nesta sexta acaba prazo para pagar IPTU com desconto na Capital

O contribuinte que quiser garantir o desconto de 4% no Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU/2019 tem até a próxima sexta-feira (8) para fazer o pagamento. O desconto é válido para pagamento à vista. A Taxa de Coleta de Lixo, que vem junto no boleto, deve ser paga também.

Para quem ainda não recebeu o carnê pelos Correios, é possível solicitar a segunda via no site da Prefeitura, nos núcleos da Secretaria de Finanças nas Ruas da Cidadania ou na sede da administração municipal (Centro Cívico).

Os bancos credenciados para pagamento são Caixa Econômica, Bradesco, Banco do Brasil, Santander, Itaú, Sicredi, Sicoob, Banco Mercantil e Citibank. É possível utilizar os canais eletrônicos dos bancos credenciados para realizar o pagamento, como caixas eletrônicos, internet banking e aplicativos para celular.

Se optar pelo parcelamento, o contribuinte pode fazê-lo em até dez vezes, sem juros. O vencimento das parcelas ocorre entre os dias 11 e 15 de cada mês, de fevereiro a novembro. As datas estão informadas no boleto do IPTU.

Formas de pagamento

O contribuinte que escolher o débito em conta terá o vencimento todo dia 15 de cada mês, exceto na primeira parcela, que será cobrada no dia 20 de fevereiro.

Quem quiser se cadastrar para pagar no débito automático precisa fazer a solicitação 30 dias antes do vencimento (esse é o prazo que os bancos pedem para realizarem os cadastros). O contribuinte pode fazer essa solicitação mesmo após pagar a(s) primeira(s) parcela(s) no boleto.

As parcelas mensais não podem ser inferiores a R$ 20 (somando IPTU e a Taxa de Coleta de Lixo).

Os valores aplicados de IPTU nesse ano tomam como base os percentuais estabelecidos nas leis complementares 91/2014 e 105/2017 – de 4% para imóveis edificados e de 7% para imóveis não edificados – mais a correção monetária medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Para 2019, a atualização leva em conta a variação do IPCA entre dezembro de 2017 e novembro de 2018, que foi de 4,05%.

Deixe uma resposta