Paraná Extra

No Sudoeste, MP combate lavagem de dinheiro

No Sudoeste do estado, o Ministério Público do Paraná, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Capanema, deflagrou nesta semana a Operação Onzenário, voltada a combater crimes contra a economia popular e lavagem de dinheiro. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em residências nas cidades de Planalto e Realeza. Um homem foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo.

A ação, realizada na terça-feira, 18 de fevereiro, resultou na apreensão de aparelhos celulares, anotações e agendas, diversos cheques, notas promissórias, escrituras públicas, e R$37.680,00 em espécie, além de três armas de fogo e munição (em situação irregular). A pessoa presa e as armas foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Capanema para lavratura do auto de prisão em flagrante.

O material apreendido será integrado às investigações que vêm sendo conduzidas pelo MPPR, com apoio da Polícia Militar e da Polícia Federal. As ordens judiciais foram expedidas pelo Juízo da Vara Criminal de Capanema, a pedido da Promotoria de Justiça.

Agiotagem – O nome da operação remonta ao personagem do Auto da Barca do Inferno, obra escrita por Gil Vicente em 1517, em que Onzeneiro, na alegoria, é o homem que vivia de emprestar dinheiro a juros elevados: agiota, na linguagem popular.

Deixe uma resposta