Paraná Extra

NA?mero de latrocAi??nios cresce 57,8% em sete anos no paAi??s; no PR 8,3%

O nA?mero de latrocAi??nios (roubos seguidos de morte) cresceu 57,8% em sete anos no paAi??s. A conclusA?o estA? no 11A? AnuA?rio do FA?rum Brasileiro de SeguranAi??a, que serA? lanAi??ado hoje (30) em SA?o Paulo. De acordo com o estudo, que concentra estatAi??sticas oficiais das autoridades de seguranAi??a dos estados, em 2016 foram registrados 2.514 assassinatos cometidos durante o ato do roubo ou em consequA?ncia dele. Na ediAi??A?o anterior do estudo, divulgada em 2010, o nA?mero havia sido de 1.593.

Em 19 estados houve aumento nesse tipo de crime. RondA?nia (124%), Tocantins (73%) e Rio de Janeiro (70%) foram os estados com maior crescimento. No outro extremo, entre as unidades da federaAi??A?o em que os Ai??ndices de latrocAi??nio regrediram, as principais quedas foram em Roraima (45%), ParaAi??ba (28%) e AmapA? (23%). Nos seis estados mais populosos alAi??m do Rio de Janeiro, foram registradas altas em SA?o Paulo (1,2%), Bahia (1,4%), ParanA? (8,3%), Rio Grande do Sul (17,1%) e Pernambuco (45%). Apenas em Minas Gerais houve recuo, de 10,6%.

Na relaAi??A?o entre o nA?mero de latrocAi??nios e a populaAi??A?o, o ParA? aparece como o mais violento, com 2,6 casos por 100 mil habitantes no ano. Outros quatro estados superaram o Ai??ndice de 2/100mil: ParA?, GoiA?s, AmapA?, Amazonas e Sergipe. Na outra ponta da tabela, Tocantins, SA?o Paulo, Santa Catarina, ParaAi??ba, ParanA? e Minas Gerais ficaram abaixo de um por 100 mil. A taxa mAi??dia do paAi??s Ai?? de 1,2 latrocAi??nios a cada 100 mil habitantes.

Para especialistas, a alta generalizada tem relaAi??A?o direta com a crise econA?mica que o paAi??s tem enfrentado. Sem recursos, os estados reduziram os investimentos em estrutura e pessoal nos A?ltimos anos.

(AgA?ncia Brasil)

Deixe uma resposta