Paraná Extra

OperaA�A?o policial apreende carne em restaurantes de Curitiba, Pinhais e Foz

A PolA�cia Civil apreendeu nesta quinta-feira (8) quatro toneladas de carnes de vA?rios tipos, em restaurantes e distribuidoras de Curitiba, Pinhais e Foz do IguaA�u. O trabalho A� resultado da operaA�A?o Espeto Corrido, que investiga uma quadrilha suspeita de falsificar selos de inspeA�A?o de autoridades sanitA?rias e vender produtos sem comprovaA�A?o de origem.

Dentre as quatro toneladas apreendidas, hA? carne bovina, suA�na e peixes. A PolA�cia Civil justificou as apreensA�es afirmando que os selos de inspeA�A?o que constavam nelas era falsificado.

A operaA�A?o contou com o apoio da VigilA?ncia SanitA?ria das trA?s cidades, Receita Federal e agA?ncias reguladoras de procedA?ncia de carnes, de ambito estadual e federal.

Ao todo, 13 estabelecimentos comerciais foram vistoriados. Apenas na capital, os fiscais e a polA�cia estiveram em nove restaurantes e uma distribuidora de carnes. Em Pinhais, outra distribuidora de carnes foi fiscalizada. As duas A?ltimas empresas, que tambA�m distribuA�am carnes, ficam em Foz do IguaA�u. Os nomes das empresas nA?o foram divulgados pela PolA�cia Civil.

As empresas de Pinhais e Foz do IguaA�u foram fechadas pelos fiscais da VigilA?ncia SanitA?ria e da Receita Federal. As carnes que elas armazenavam foram apreendidas e devem ser inutilizadas.

Os proprietA?rios das empresas devem responder criminalmente pelos crimes de associaA�A?o criminosa, crime contra a ordem tributA?ria, estelionato, receptaA�A?o e falsificaA�A?o de selos de inspeA�A?o estadual e municipal. Caso sejam condenados, podem pegar atA� 20 anos de prisA?o.

Deixe uma resposta