Paraná Extra

Operação prende 282 homens por violência contra mulher

A Polícia Civil prendeu 282 homens por violência contra a mulher durante a Operação Respeito, deflagrada pela Polícia Civil do Paraná (PCPR) no último sábado, 2 de março, para combater crimes contra a mulher. As prisões – sendo 241 em flagrante e 41 em cumprimento de mandados judiciais – são resultado da Operação Respeito, que será encerrada às 18h. Cerca de 250 policiais civis participaram da operação. Destes flagrantes, dois foram presos por tentativas de feminicídio e dois por feminicídio.

A ação também faz parte de uma campanha estadual de prevenção de casos de violência contra a mulher lançada nesta sexta pela Polícia Civil. Dentre as ordens judiciais que estão sendo cumpridas, a PCPR agilizou todos os pedidos de medidas cautelares referente aos casos de violência contra a mulher, que ocorreram durante o período de Carnaval deste ano. O intuito é que os casos registrados em todas as regiões do Estado sejam solucionados já durante a operação.

A PCPR está trabalhando intensamente para elucidar crimes de violência doméstica, bem como feminicídios, além de empenhar-se em identificar e prender pessoas envolvidas com tais delitos.

A operação foi batizada como “Respeito” em alusão ao Dia Internacional da Mulher, conquistado no final do século XIX com histórico de luta e princípios pela igualdade entre homens e mulheres.

DADOS DA SESP

O número de mulheres assassinadas no Paraná diminuiu em 2018 em comparação ao ano anterior, segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado (Sesp-PR). Foram 162 mortes no ano passado, contra 182 registrados em 2017.

O levantamento considera os casos de homicídios dolosos cometidos contra mulheres e os feminicídios, quando o crime é motivado pelo fato de a vítima ser mulher. De acordo com dados da secretaria, houve aumento no número de feminicídios, que subiu de 41 para 61.

 

Deixe uma resposta