Paraná Extra

Operação Verão começa no próximo dia 16

Será no próximo dia 16, em Guaratuba, a abertura da Operação Verão 2011-2012. As ações seguem até 26 de fevereiro, um domingo após o Carnaval. A Operação Verão envolve diversas secretarias e órgãos da administração estadual, todos empenhados no planejamento de medidas e da estrutura necessária para garantir segurança, tranquilidade e conforto aos veranistas e moradores do Litoral.

 

SEGURANÇA – No que diz respeito à segurança, a Polícia Civil dividiu a operação em duas etapas. De acordo com o delegado Luis Carlos Oliveira, em cada uma haverá 132 policiais extras, entre investigadores, delegados e papiloscopistas, para dar suporte ao trabalho nas delegacias do Litoral. O trabalho será reforçado nos fins de semana, com Ações Integradas de Fiscalização Urbana (AIFU) e com a presença do Departamento Estadual de Investigações Sobre Narcóticos (Denarc) e do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), grupo de elite da Polícia Civil, nos fins de semana, em pontos estratégicos, para combater o tráfico de entorpecentes. O Serviço de Apoio a Crianças Desaparecidas (Sicride) irá distribuir pulseiras para identificação de crianças.

 

No âmbito da Polícia Militar, além dos 388 policiais do 9º Batalhão da Polícia Militar, a equipe será reforçada com outros 424 policiais, que serão divididos em quatro subáreas. O trabalho da PM também será reforçado nos fins de semana com ações do Batalhão de Operações Policiais Especiais, do Batalhão de Trânsito, da Polícia Montada e da Companhia de Eventos, além da Força Verde e do trabalho da Polícia Rodoviária Estadual (BPRv).

 

Uma das novidades deste ano no trabalho do BPRv é um convênio com o Departamento de Estradas de Rodagem para implantar um sistema inteligente de fiscalização nas estradas com auxílio de câmeras que identificarão os veículos para verificar pendências como o não pagamento do IPVA e do licenciamento, entre outros problemas.

 

Ainda na área de segurança, o 8º Grupamento dos Bombeiros terá quase mil homens atuando como guarda-vidas em 105 pontos ao longo da orla, no período das 8 horas (7h30 em alguns pontos) às 20 horas. Serão empregadas 25 embarcações de salvamento e resgate em praia. O trabalho contará com apoio de uma aeronave do Grupamento Aéreo da Secretaria da Segurança (Graer) e com quadriciclos equipados para atendimento inicial a vítimas de afogamento.

 

LIMPEZA E MEIO AMBIENTE – O Instituto das Águas do Paraná informou que está pronto para iniciar o trabalho de limpeza pública nos municípios, a partir de 1º de dezembro, com ações prévias de roçada e retirada de caliça de obras nas residências, limpeza e varrição de ruas, praias e trilhas. A partir de 15 de dezembro começam a trabalhar as equipes de coleta de lixo domiciliar e de material reciclável, bem como nas ações de conscientização ambiental.

 

Serão instaladas 1,2 mil lixeiras ao longo da orla paranaense. As empresas contratadas irão empregar 550 pessoas nos trabalhos. O Águas Paraná está investindo R$ 10,1 milhões na coleta e destinação de resíduos sólidos urbanos e outros R$ 2,1 milhões em uma licitação para obras de limpeza e desassoreamento de rios, córregos e canais da região, para prevenção contra alagamentos.

 

O Instituto Ambiental do Paraná, em parceria com o Águas Paraná e Secretaria do Meio Ambiente, vai desenvolver atividades de orientação e educação ambiental no Litoral e nas costas Oeste e Norte do Estado. O instituto também preparou um programa de visitação de parques estaduais e outras unidades de conservação e vai fiscalizar questões ligadas à flora, fauna e restinga e áreas de mar aberto. O IAP novamente ficará responsável pela análise e divulgação das condições de balneabilidade da água em 23 pontos de coleta no Litoral.

 

SAÚDE — A Secretaria da Saúde informou que, além de inovar com a implantação do Centro de Recuperação de Afogados, que deve atender 100% dos casos de afogamentos no Litoral durante o verão reforçou as contratações de equipes de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem em hospitais e postos de atendimento. Serão contratados 4.752 plantões, que somam 57 mil horas trabalhadas. Também será reforçado o estoque de medicamentos e materiais médicos dessas unidades.

 

(AEN)

Deixe uma resposta