Paraná Extra

Operadoras tA?m maior nA?mero de reclamaAi??Ai??es em 2017, diz MJ

s operadoras de telecomunicaAi??Ai??es tiveram o maior nA?mero de reclamaAi??Ai??es feitas pelo portal consumidor.gov.br em 2017. De acordo com dados divulgados hoje (14) pelo MinistAi??rio da JustiAi??a essas empresas concentraram 43,3% das reclamaAi??Ai??es. A maior parte, foi em relaAi??A?o a cobranAi??a por serviAi??os nA?o contratados.

AtrA?s dessas empresas, estA?o os bancos, financeiras e administradoras de cartA?o, com 20,4% das reclamaAi??Ai??es; os bancos de dados e cadastros de consumidores, com 14,5%; o comAi??rcio eletrA?nico, com 8%; os fabricantes de eletroeletrA?nicos, com 3,2%; transporte aAi??reo, com 2,5%; e varejo, com 1,5%. Demais segmentos juntos concentraram 6,6% das reclamaAi??Ai??es.

No ano passado, o Ai??ndice mAi??dio de soluAi??A?o das empresas foi 80,8% e o prazo mAi??dio de resposta, 6,3 dias. Com o maior nA?mero de reclamaAi??Ai??es, as operadoras de telecomunicaAi??Ai??es tiveram tambAi??m o maior Ai??ndice de resolutividade, 88,6%.

Entre essas empresas, a maior parte das reclamaAi??Ai??es foi em relaAi??A?o a cobranAi??as por serviAi??os ou produtos nA?o contratados (17,25%); em relaAi??A?o a ofertas nA?o cumpridas ou publicidade enganosa (12,23%) e cobranAi??as indevidas ou abusivas para alterar ou cancelar um contrato (10,22%).

As reclamaAi??Ai??es foram principalmente sobre telefonia mA?vel pA?s-paga (19,15%); pacote de serviAi??os, os chamados combo (17,89%); e, internet fixa (12,43%).

Em relaAi??A?o aos bancos, fiananceiras e administradoras de cartA?o, a maior parte das reclamaAi??Ai??es foi por cobranAi??a de valores nA?o previstos ou nA?o informados (10,06%). Os cartAi??es de crAi??dito, dAi??bito ou de lojas foram os assuntos mais reclamados pelos usuA?rios, concentrando 40,54% das reclamaAi??Ai??es feitas em relaAi??A?o a essas instituiAi??Ai??es.

A maior parte dos usuA?rios que fizeram as reclamaAi??Ai??es Ai?? homem (60%), com idade entre 21 e 30 anos (33,4%).

Consumidor.gov.br

O portal consumidor.gov.br foi lanAi??ado em junho de 2014 e Ai?? um serviAi??o pA?blico, gratuito, de utilidade pA?blica, acessAi??vel de qualquer lugar pela internet, para a soluAi??A?o de conflitos de consumo pela internet. O portal permite a interlocuAi??A?o direta entre consumidores e empresas.

No ano passado, 341.585 usuA?rios e 54 empresas se castraram no portal. No total, foram feitas 470.748 reclamaAi??Ai??es, o que representa um aumento de 63% em relaAi??A?o a 2016.

Desde a criaAi??A?o do portal, em junho de 2014 foram feitas aproximadamente 1,1 milhA?o de reclamaAi??Ai??es, de acordo com dados disponAi??veis no prA?prio portal. SA?o 840.865 usuA?rios e 422 empresas cadastrados.

A plataforma Ai?? monitorada pela Secretaria Nacional do Consumidor do MinistAi??rio da JustiAi??a, pelos Procons, MinistAi??rios PA?blicos, A?rgA?os de controle, pelas Defensorias PA?blicas, AgA?ncias Reguladoras, entre outros A?rgA?os, e pela sociedade.

(AgA?ncia Brasil)

Deixe uma resposta