Paraná Extra

Pandemia levou quase 17 mil alunos a trocar rede particular por pública

Segundo dados das secretarias de Educação do Paraná e de Curitiba, 16,8 mil alunos migraram da rede particular de ensino para rede pública estadual e para escolas municipais da capital paranaense nos últimos seis meses. O motivo seria a crise econômica provocada pela pandemia de Covid-19.
Segundo a Secretaria de Estado da Educação e Esportes (SEED), até quinta-feira (17), 13.333 estudantes pediram transferência da rede privada para escolas públicas estaduais no Paraná, um aumento de mais de 88%, se comparado a 19 de maio, quando 7000 estudantes haviam sido transferidos de escolas particulares para a rede estadual.

Ao todo, o estado possui 2.132 colégios, com 1,1 milhão de alunos.

O Estado criou uma plataforma online para que os responsáveis pelo aluno façam a solicitação de transferência para a rede pública, não sendo necessário ir até a escola, como acontecia antes.

Em relação aos dados de Curitiba, até a manhã desta sexta-feira (18), cerca de 3,5 mil alunos pediram transferência da rede particular de ensino para escolas municipais desde março, segundo o Departamento de Gestão Educacional da Secretaria Municipal de Educação. O número representa um aumento de mais de 600% se comparado ao balanço divulgado em maio, quando 437 alunos tinham sido transferidos.

(Com CBN)

 

Deixe uma resposta