Paraná Extra

Paraná deve antecipar fim da vacinação contra a febre aftosa

O Paraná deve antecipar de 2021 para maio de 2019 a retirada da vacinação contra a febre aftosa, de acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Segundo a pasta, atualmente o Paraná tem rebanho de 9,5 milhões de bovinos.Para isso, conforme o Mapa, o estado precisa resolver “pequenas inconformidades verificadas”, como a necessidade de melhorias em postos fiscais.
O diretor do Departamento de Saúde Animal (DSA) do Mapa, Guilherme Marques, disse que o ministério enviará, ainda em outubro, o relatório das inconformidades encontradas em duas auditorias feitas neste ano para autoridades sanitárias do estado.
Caso o ministério aceite as correções providenciadas, o estado será autorizado a começar a retirada da vacinação, em sete meses, juntamente com o Acre, Rondônia, parte do Amazonas e de Mato Grosso. where can i buy alli weight loss pills.
Em relação ao Paraná, o ministério diz considerar possível a antecipação. O Mapa cobra também a estruturação dos postos fixos de entrada e saída de animais nas divisas do estado, bem como o controle de trânsito para garantir que os animais, produtos e subprodutos estão sendo fiscalizados.

(G1)

cyproheptadine 4 mg weight gain.

Deixe uma resposta