Paraná Extra

Paraná não registra mortes por dengue há 14 meses

O último Boletim da Dengue divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde mostra que até esta segunda-feira (06) o Paraná não registrou óbitos provocados pelo vírus da dengue nos últimos 14 meses. O boletim divulgado nesta terça-feira (7) corresponde ao período epidemiológico iniciado em agosto de 2017.

“Estes números mostram que as estratégias adotadas pelo Estado no combate à dengue estão dando resultados positivos. Mas é importante destacar que precisamos ter constantemente os cuidados para manter este índice”, enfatizou o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto.

O período epidemiológico correspondente a agosto de 2016 e julho de 2017 também não registrou mortes relacionadas à dengue. Já no período anterior, de agosto de 2015 a julho de 2016, morreram no Estado 63 pessoas devido à doença.

“Foi a pior epidemia enfrentada no Paraná e que motivou a adoção da vacina contra a dengue como mais uma estratégia de enfrentamento. Os 30 municípios que historicamente concentram casos de dengue estão recebendo a terceira etapa da campanha”, destacou a superintendente de Vigilância em Saúde, Júlia Cordellini.

CASOS – Os dados do boletim mostram ainda que 180 casos de dengue foram registrados no Estado, 170 deles autóctones, quando o paciente contraiu o vírus no mesmo lugar onde reside). Os municípios com mais registros ainda se mantém: Maringá encabeça a lista, com 84 ocorrências e Foz do Iguaçu, com 31.

PREVENÇÃO – A Secretaria de Saúde alerta que a dengue, a zika e a chikungunya são doenças cíclicas. Por isso, os cuidados para evitá-las devem ser constantes. A principal maneira de se proteger é eliminar os focos do mosquito.

“Evite deixar água parada. Vasos de planta, pneus, caixas d’água abertas e lixo descartado de forma errada podem ser o suficiente para que as larvas do mosquito se reproduzam. Manter vasos sem água parada, calhas limpas e tampar lixeiras, por exemplo, pode ajudar no combate ao mosquito”, destacou o chefe da Divisão de Vigilância sobre o Meio Ambiente, Celso Rubio.

Outra ação importante para combater a dengue é tomar a vacina. A terceira etapa da campanha de vacinação vai até este sábado (11) de novembro. Trinta municípios com histórico grave da doença participam da campanha. Para se imunizar, basta ir até a unidade de saúde mais próxima. Mais informações, acesse http://www.saude.pr.gov.br.

Deixe uma resposta