Paraná Extra

Pesquisa mostra por que habilidades sociais ganham forAi??a no mercado de trabalho

A automaAi??A?o “engole” empregos ao redor do mundo, mas ainda estA? distante de substituir trabalhadores que combinem diversas habilidades complementares entre si – em especial habilidades sociais, como a capacidade de escutar e de trabalhar eficientemente em equipe.

A explicaAi??A?o Ai?? do pesquisador David Deming, professor de PolAi??ticas PA?blicas, EducaAi??A?o e Economia na Universidade Harvard e autor de um estudo chamado A crescente importA?ncia de habilidades sociais no mercado de trabalho, publicado em maio.

Na pesquisa, que compila dados do mercado de trabalho dos EUA entre 1980 e 2012, ele nota um aumento na oferta de empregos para funAi??Ai??es que requerem alto grau de interaAi??A?o humana, como gerentes, professores, enfermeiros, mAi??dicos e advogados.

Enquanto isso, empregos puramente tAi??cnicos e de baixa interaAi??A?o humana, ocupados por exemplo por matemA?ticos e engenheiros, representam parcela menor do total da mA?o de obra americana.

O mais expressivo crescimento de empregos – e salA?rios – ocorreu, segundo Deming, em funAi??Ai??es que exigem tanto conhecimentos matemA?ticos/tAi??cnicos quanto habilidades sociais. Para muitos desses empregos, a tecnologia se torna algo complementar, que ajuda o trabalhador a aumentar sua produtividade, em vez de substituAi??-lo.

“Empregos com salA?rios melhores cada vez mais exigem habilidades sociais”, argumenta Deming. “A interaAi??A?o social se mostrou – ao menos atAi?? o momento – difAi??cil de ser automatizada.”

Em entrevista por telefone Ai?? BBC Brasil, o pesquisador fala sobre a importA?ncia de essas habilidades serem praticadas pelos profissionais e incorporadas aos sistemas de ensino.

BBC Brasil – VocA? menciona em seu estudo empregos tradicionalmente “analA?gicos” – como de advogados, professores, enfermeiros, mAi??dicos – em que os salA?rios tA?m crescido nos EUA. HA? uma crescente importA?ncia deles, mesmo na era da tecnologia?

David Deming – As pessoas costumam focar em empregos tecnolA?gicos porque Ai?? onde estA? a inovaAi??A?o e onde hA? funAi??Ai??es que nA?o existiam antes – Ai?? algo novo e empolgante. Mas ainda sA?o uma parcela pequena dos empregos americanos e estA?o fortemente concentrados em alguns lugares.

Mas todos precisamos de mAi??dicos, advogados e etc. EntA?o quando vocA? observa o crescimento do mercado de trabalho americano, eles ficam com a maior parcela.

A outra coisa Ai?? que empregos relacionados Ai?? informA?tica sA?o os A?nicos empregos que estA?o crescendo dentro da categoria STEM (sigla em inglA?s para ciA?ncia, tecnologia, engenharia e matemA?tica). Essas ocupaAi??Ai??es estA?o, na verdade, encolhendo (percentualmente em relaAi??A?o ao total de empregos nos EUA).

Acho que o motivo disso Ai?? que novas tecnologias automatizam empregos tAi??cnicos que nA?o requerem muita interaAi??A?o social.

HA? muitas habilidades que sA?o difAi??ceis para as pessoas, mas fA?ceis para mA?quinas. E hA? muitas habilidades que sA?o difAi??ceis para mA?quinas, mas fA?ceis para as pessoas.

Ambiente de trabalhoGetty Images

Colocar-se sob a perspectiva dos outros e trabalhar em equipe sA?o habilidades-chave no mercado de trabalho do futuro, diz pesquisador

Tendemos a pensar na habilidade de fazer cA?lculos, por exemplo, como um indicativo de que uma pessoa Ai?? inteligente e apta Ai?? universidade. Mas isso Ai?? algo trivial (para um computador). Em contrapartida, a habilidade de ter uma conversa nA?o estruturada de dois minutos com outra pessoa Ai?? algo que quase qualquer pessoa pode fazer, mas Ai?? muito difAi??cil criar um programa de computador capaz de fazA?-lo.

HA? uma diferenAi??a entre o que achamos que Ai?? tAi??cnico e difAi??cil e o que de fato Ai?? difAi??cil de ser automatizado.

Por isso, hA? mais automatizaAi??A?o, por exemplo, do trabalho de engenheiros do que do de mAi??dicos ou economistas.

BBC Brasil – AAi?? que as habilidades sociais se tornam mais importantes.

Deming – Sim, Ai?? o que eu defendo no meu trabalho com os dados que analisei.

BBC Brasil – Quais habilidades sociais vocA? considera mais importantes?

Deming – Depende de o que vocA? chama de habilidades sociais. Para mim, nA?o necessariamente significa ser cortA?s, de boas maneiras. Ai?? parte disso – pessoas extrovertidas, boas em “conversas de happy hour”, provavelmente tA?m tambAi??m boas habilidades sociais. Mas vejo como sendo mais uma questA?o de produAi??A?o no ambiente de trabalho.

Muitos empregos requerem que vocA? combine diversos “inputs”, de pessoas e mA?quinas, para produzir algo. Se vocA? Ai?? um consultor ou desenvolvedor de software, por exemplo, muitas vezes trabalha com uma grande equipe – e a habilidade-chave aAi?? Ai?? trabalhar com diferentes pessoas fazendo coisas diferentes, combinando as atividades delas com as suas de modo produtivo.

EntA?o, hA? pessoas que nA?o sA?o necessariamente extrovertidas, talvez atAi?? sejam reservadas, mas que sA?o boas em entender os demais e fazer parte de um grupo.

FA?brica automatizadaGetty Images

Ai?? AutomaAi??A?o tende a substituir empregos tAi??cnicos e de baixa interaAi??A?o humana

E conheAi??o pessoas, e tenho certeza de que vocA? conhece tambAi??m, que sA?o extrovertidas, falantes, mas nA?o necessariamente ouvem os demais e fazem o que querem – e sA?o ruins em trabalho em equipe.

O que estou tentando dizer Ai?? que penso em termos de habilidade de trabalhar em equipe.

BBC Brasil – Mesmo com o avanAi??o tecnolA?gico, a ideia Ai?? que trabalhadores com habilidades sociais desenvolvidas nA?o serA?o substituAi??dos?

Deming – Sim. Uma das coisas que aprendemos sobre como as mudanAi??as tecnolA?gicas afetam o mercado de trabalho Ai?? que as pessoas tendem a focar muito na substituiAi??A?o de pessoas por mA?quinas, mas nA?o costumam ver que se a tecnologia nA?o te substitui, ela tende a te tornar mais valioso ou produtivo.

O fato de que haja um software que permita a mim, um professor, analisar uma base de dados com rapidez me faz economizar tempo – isso nA?o substituiu o meu trabalho ou me deixou obsoleto, apenas me tornou mais produtivo, porque me permitiu dedicar mais tempo a escrever, por exemplo.

Aula de prAi??-escolaAi??Getty ImagesAi??
Ai??Pesquisador defende que nossas salas de aula sejam mais parecidas Ai??s de prAi??-escola

A mensagem Ai??: se vocA? tem esse tipo de trabalho, em que tem de fazer tarefas analAi??ticas mas tambAi??m trabalhar com outras pessoas, as mA?quinas vA?o te tornar ainda mais valioso – porque se vocA? Ai?? bom nas tarefas analAi??ticas, vocA? conseguirA? usar as mA?quinas (que automatizarA?o essas tarefas) para aumentar sua produtividade e nA?o ser substituAi??do.

BBC Brasil – EntA?o se vocA? fosse aconselhar um trabalhador que teme ser substituAi??do pela tecnologia, serA? que Ai?? encontrar funAi??Ai??es em que a tecnologia o ajude a ser mais eficiente?

Deming – Isso. A vantagem que as pessoas tA?m sobre a tecnologia Ai?? que sA?o flexAi??veis: podem dedicar seu tempo a diferentes tarefas, podem liderar uma equipe.

As mA?quinas nA?o sA?o flexAi??veis assim. Se vocA? quer proteger sua carreira do (desenvolvimento tecnolA?gico) futuro, vocA? deve escolher habilidades e capacidades que sejam complementares entre si e nA?o necessariamente diretamente relacionadas.

Por exemplo, vocA? Ai?? bom em trabalho em equipe e em codificaAi??A?o. NA?o haverA? num futuro prA?ximo nenhuma mA?quina capaz de fazer essas duas coisas juntas. A mensagem Ai??: nA?o seja um pA?nei de um A?nico truque. Ai?? uma expressA?o americana que quer dizer nA?o seja bom em apenas uma coisa, seja bom em vA?rias.

BBC Brasil – E como uma pessoa pode melhorar suas habilidades sociais?

Deming – NA?o sei se tenho a resposta a essa pergunta com rigor acadA?mico, porque parte da motivaAi??A?o desse projeto Ai?? colocar o assunto em pauta. Ou seja, ainda hA? muito trabalho a ser feito a respeito de como medir e melhorar essas habilidades.

Mas minha intuiAi??A?o Ai?? de que Ai?? parecido ao que as pessoas pensam do QI – alguns nascem com mais que os outros, mas esses ainda podem praticar e melhorar.

Alguns tA?m alto QI, outros tA?m baixo, mas o QI nA?o Ai?? um indicativo perfeito do seu desempenho escolar, porque vocA? pode estudar mais, dar mais valor e se esforAi??ar (para compensar a deficiA?ncia).

Sala de aula tradicionalAi??Getty Images

Salas de aula tradicionais sA?o pouco parecidas ao ambiente de trabalho atual, diz David Deming

VocA? pode melhorar suas habilidades sociais com prA?tica, e nA?o apenas em conversas de happy hour, mas em colocar-se na posiAi??A?o dos outros. Tente imaginar a conversa sob a perspectiva do outro, e nA?o sA? da sua.

Ai?? algo que nA?o fazemos muito nas salas de aula. Mas pense que, em uma aula de Humanas, ao ler um romance, vocA? estA? tendo acesso a uma histA?ria sendo apresentada de mA?ltiplas perspectivas. Ou, na aula de HistA?ria, vocA? pode analisar um fato histA?rico sob a perspectiva de diferentes grupos. E isso Ai?? muito importante.

BBC Brasil – Um relatA?rio recente da OCDE sobre habilidades para o futuro defende que os trabalhadores precisam tanto de conhecimento de linguagem e numAi??rico como habilidades sociais e de resolver problemas. VocA? concorda com a ideia de que linguagem e nA?meros continuam sendo muito importantes?

Deming – Sim. A questA?o Ai?? que eles nA?o bastam mais por si sA?. VocA? precisa ser capaz de fazer diversas coisas diferentes.

BBC Brasil – E qual o papel da educaAi??A?o em preparar as pessoas para o cenA?rio atual?

Deming – Se vocA? perguntar Ai??s pessoas o que tentam levar consigo da experiA?ncia escolar, certamente dirA?o que esperam que a escola as prepare para o mundo do trabalho no futuro. EntA?o, temos de nos perguntar: de que formas as escolas sA?o parecidas com o ambiente de trabalho moderno e de que formas elas nA?o sA?o?

Muitas escolas sA?o muito organizadas em torno de um modelo em que o professor tem todo o conhecimento e apresenta-o em um estilo de palestra. O ambiente de trabalho nA?o se parece em nada com isso – Ai?? um ambiente fluido, em que trabalhadores sA?o constantemente colocados em equipes para resolver problemas nA?o estruturados, e as pessoas tA?m papAi??is mA?ltiplos.

Acho que queremos que nossas escolas repliquem isso – que se pareAi??am mais com o ambiente de trabalho moderno se querem ensinar as pessoas a serem melhores trabalhadores.

BBC Brasil – VocA? mencionou mais cedo que ser bom em cA?lculo tornava uma pessoa apta Ai?? universidade. TambAi??m precisamos repensar a forma como avaliamos os estudantes?

Deming – Sim, acho. Ai?? um exemplo de um entrave para muitos estudantes, que nA?o conseguem (ser bons em cA?lculo). E hA? poucos empregos em que vocA? realmente precisa ser bom em cA?lculo. Seria muito mais importante, no mundo atual, que as pessoas entendessem estatAi??stica e probabilidades, por exemplo.

MAi??dico monitora pacienteAi??Getty ImagesAi??
Ai??Em profissAi??es de alta interaAi??A?o social e conhecimento tAi??cnico, a tecnologia nA?o substitui a mA?o de obra e sim a torna mais produtiva

Falando amplamente, acho que os sistemas educacionais, pelo menos nos EUA e provavelmente em outros paAi??ses, nA?o responderam muito Ai??s mudanAi??as no ambiente de trabalho e precisam ser repensados.

Ai?? difAi??cil, porque o mercado de trabalho muda constantemente, mas temos de melhorar.

BBC Brasil – HA? habilidades que as escolas poderiam simplesmente parar de ensinar, por terem se tornado irrelevantes?

Deming – NA?o sei se vejo isso dessa forma, porque vocA? frequenta a escola pelo menos atAi?? os 18 ou 20 e poucos anos. E vocA? espera estar aprendendo coisas que serA?o A?teis pelas cinco ou seis dAi??cadas seguintes da sua vida. Ai?? um futuro muito incerto.

Sempre enfrentaremos o desafio de tentar treinar as pessoas para um ambiente do trabalho do futuro. EntA?o acho muito importante que as escolas enfatizem, o mA?ximo possAi??vel, o desenvolvimento de habilidades gerais. NA?o queremos que as escolas ensinem habilidades muito especAi??ficas, que podem ser A?teis hoje, mas nA?o daqui a dez anos.

Na escola, queremos que as pessoas aprendam a aprender. Trata-se em grande parte de dar Ai??s pessoas um kit de ferramentas com as quais elas possam se aperfeiAi??oar ao longo do tempo.

Tanto que, ainda que apoie a educaAi??A?o vocacional em alguns casos, me preocupa que a educaAi??A?o muito especAi??fica se torne menos relevante diante de um futuro incerto.

Jovens funcionA?riosGetty ImagesAi??Ai??
O mais expressivo crescimento de empregos nos EUA ocorreu, segundo Deming, em funAi??Ai??es que exigem tanto conhecimentos matemA?ticos/tAi??cnicos quanto habilidades sociais

BBC Brasil – No seu estudo vocA? menciona a importA?ncia de intervenAi??Ai??es jA? na primeira infA?ncia no que se refere a habilidades sociais. Isso ajudaria a nos tornar melhores pessoas e trabalhadores futuros?

Deming – Ai?? um pouco especulativo, mas hA? boas evidA?ncias de que intervenAi??Ai??es de alta qualidade feitas no inAi??cio da nossa vida tA?m impacto mais longo na vida adulta, tornando-nos mais produtivos.

Uma possAi??vel razA?o disso, em termos de educaAi??A?o, Ai?? que se vocA? olha para uma sala de aula de prAi??-escola, ela se parece mais com o ambiente de trabalho moderno do que, por exemplo, a quarta sAi??rie. Na prAi??-escola, vocA? aprende a socializar. A crianAi??a nA?o aprende apenas nA?meros e letras, mas Ai?? colocada em grupos para negociar, compartilhar seus recursos e ocupar diferentes papAi??is.

Acho que, no meio do caminho, a escola se torna mais formal, para ensinar letras e nA?meros – algo importante. Mas o aprendido mais cedo, de como se portar no mundo, tambAi??m Ai?? muito importante.

Talvez nossas salas de aula depois da prAi??-escola devessem ser mais parecidas com isso.

(BBC Brasil)

Deixe uma resposta