Paraná Extra

PF desmantela grupo que fraudava benefA�cios no INSS

A PolA�cia Federal cumpriu na manhA? desta sexta-feira (15) um mandado de busca e apreensA?o pela OperaA�A?o Farol, que investiga e colhe provas sobre concessA?o fraudulenta de benefA�cios assistenciais ao idoso (LOAS), na regiA?o metropolitana de Curitiba. O nome da operaA�A?o faz alusA?o a um feixe luminoso focado no cumprimento rigoroso dos ditames legais.

A PolA�cia Federal passou a investigar, apA?s informaA�A�es trazidas pelo INSS, que determinado grupo de intermediA?rios estaria apresentando indevidamente comprovantes falsos de residA?ncia em nome de terceiros, declaraA�A�es de renda e de estado civil com o fito de forjar o atendimento aos requisitos pela Lei 8.742/1993 (LOAS).

O INSS verificou um grande aumento no nA?mero de requerimentos indeferidos administrativamente, estimando o prejuA�zo em quase R$ 300 mil, que confrontando as idades dos beneficiA?rios com a tabela de mortalidade (IBGE 2016) possibilitou uma economia de mais de R$ 860 mil, que poderA?o ser maiores durante as investigaA�A�es.

A medida judicial foi autorizada pela 12A? Vara Federal em Curitiba que tambA�m determinou a imediata suspensA?o do pagamento de benefA�cios de amparo social ao idoso, dado existirem fortes indA�cios de que tenham sido obtidos mediante fraude. Os investigados, se condenados, poderA?o ter penas que chegam atA� os 15 anos de prisA?o.

Deixe uma resposta