Paraná Extra

Piloto de helicA?ptero sequestrado era de Curitiba. Veja vAi??deo da queda

Uma cA?mera de seguranAi??a registrou a queda do helicA?ptero sequestrado que deixou trA?s pessoas mortas em Joinville, no Norte catarinense, na tarde de quinta-feira (8) e que tinha como piloto um curitibano.Ai??O acidente tambAi??m deixou uma pessoa gravemente ferida. Todos eram ocupantes da aeronave. A PolAi??cia Federal investiga o caso, ocorrido no bairro Paranaguamirim, na Zona Sul da cidade. O helicA?ptero com quatro pessoas a bordo foi sequestrado em Penha, a 70 km de Joinville, caiu numa rua e pegou fogo depois. Existe a suspeita de que o sequestro foi feito para que um preso fosse resgatado. O local da queda fica a 2 km de um presAi??dio.
A aeronave com o prefixo PR HBB, modelo BELL 206, era da empresa Avalon TA?xi-aAi??reo e fazia normalmente voos panorA?micos na cidade de Penha.

Segundo a PolAi??cia Civil, que iniciou as investigaAi??Ai??es antes que a PF assumisse o caso, apA?s a decolagem o piloto emitiu Ai?? sede da Avalon, em Curitiba (PR), um cA?digo de que o helicA?ptero tinha sido sequestrado. O sobrevivente do acidente Ai?? Daniel da Silva, de 18 anos, que foi retirado da aeronave por populares. Ele Ai?? detento do regime semiaberto e tem passagens por trA?fico e porte ilegal de arma de fogo. Silva foi preso em flagrante e estA? sob custA?dia dos agentes da PF.

A perAi??cia da queda serA? feita pela PolAi??cia Federal e pelo ServiAi??o Regional de InvestigaAi??A?o de Acidentes AAi??reos (Seripa), que vA?o investigar o crime e as causas do acidente.

As vAi??timas da tripulaAi??A?o sA?o o piloto AntA?nio MA?rio Franco Aguiar, de 56 anos, que morava em Curitiba, e o auxiliar de pista Bruno Siqueira, de 21 anos, que vivia em Penha. O outro passageiro ainda nA?o foi identificado.

(Com G1)

Deixe uma resposta