Paraná Extra

Policia faz grande operaA�A?o contra quadrilhas do trA?fico no litoral

Grande operaA�A?oA�conjunta das polA�cias Civil e Militar do ParanA? contra o trA?fico de drogas foi deflagrada nesta quarta-feira (6) no Litoral do Estado. Duzentos policias estA?o nas ruas para cumprir quase 100 mandados judiais. SA?o 45 ordens judicias de prisA?o e 44 de busca e apreensA?o. Mais de 10 diferentes quadrilhas que atuam nas cidades do Litoral do ParanA? sA?o alvos da a�?OperaA�A?o Tellurea�?.
Participam da aA�A?o, policiais civis da 1.A? SubdivisA?o Policial de ParanaguA?, do Centro de OperaA�A�es Policiais Especiais (Cope), TA?tico Integrado Grupos de RepressA?o Especial (Tigre), unidades de elite da PolA�cia Civil, da DivisA?o de NarcA?ticos (Denarc) e tambA�m militares do 9 BatalhA?o da PolA�cia Militar, do BOPE (BatalhA?o de OperaA�A�es Policiais Especiais) e da RONE (Rondas Ostensivas de Natureza Especial) a�� ambas de elite da PM.

Onze dos mandados de prisA?o sA?o contra criminosos jA? presos e que comandavam o trA?fico de dentro das prisA�es, usando para isso os prA?prios familiares. A investigaA�A?o conduzida pela 1.A? SubdivisA?o Policial de ParanaguA? aponta para a participaA�A?o de integrantes de uma facA�A?o que age dentro e fora dos presA�dios que exerce o comando do trA?fico de drogas nos municA�pios do litoral paranaense. A investigaA�A?o, que durou oito meses, teve inA�cio apA?s um trabalho conjunto de inteligA?ncia da SubdivisA?o e do 9 BatalhA?o da PM que identificou a aA�A?o de traficantes.

Quinze mulheres tambA�m sA?o alvos de prisA?o e foi exatamente a investigaA�A?o a respeito da atuaA�A?o criminosa de uma delas, que assumiu o ponto de venda de drogas apA?s o companheiro ser preso a��, que culminou na MegaoperaA�A?o batizada como Tellure. O nome A� derivado do latim a�?tellura�? que significa terra, numa referA?ncia A� cidade de ParanaguA?.

AlA�m do trA?fico de drogas, com atuaA�A?o em todo o Litoral do ParanA?, a polA�cia suspeita que a comercializaA�A?o de entorpecentes nA?o A� a A?nica atividade das quadrilhas investigadas. A polA�cia tem indA�cios que estas organizaA�A�es criminosas tenham envolvimento em outros crimes, como contrabando de cigarros, de armas e atA� assassinatos nos municA�pios do litoral paranaense.

Deixe uma resposta