Paraná Extra

Policia faz nova operação contra venda de cirurgias pelo SUS

Dois mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão foram cumpridos, na manhã desta quinta-feira (29), pela Polícia Civil, na segunda fase da operação que investiga a venda de cirurgias bariátricas realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no Hospital do Rocio, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba.
Um dos mandados de prisão temporária foi cumprido contra um vereador e candidato à reeleição da cidade de Carlópolis, no Norte Pioneiro do Paraná.

Além disso, foram cumpridos mandados em Santo Antônio da Platina e Jacarezinho, também no Norte Pioneiro, e em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo as investigações, o vereador teria falsificado guias do SUS. Isso possibilitava encaminhamento de pacientes, principalmente do Estado de São Paulo, para fazer cirurgias bariátricas no hospital do Paraná. Ele estaria atuando junto aos médicos que assinavam essas guias.

De acordo com a delegada Aline Manzatto, da Delegacia de Repressão a Crimes contra a Saúde (Decrisa), o esquema era feito por etapas até chegar aos médicos.

O grupo criminoso, por meio de redes sociais ou indicações, entrava em contato com pessoas de outros estados brasileiros, interessadas em realizar a cirurgia.

Deixe uma resposta