Paraná Extra

Polícia nega participação do namorado em morte de adolescente queimada

A Delegacia de São José dos Pinhais, que continua investigando o caso da adolescente encontrada morta em Tijucas do Sul, negou que o namorado da garota esteja relacionado com o crime que aconteceu na região metropolitana de Curitiba.

De acordo com Clóvis Pinherinho, superintendente da delegacia, a informação de que ela teria fugido com o namorado não é verdadeira. “Estou com três equipes trabalhando. Estamos ouvindo várias pessoas e esta informação não procede”, afirmou, ressaltando que as investigações estão adiantadas e podem ter um desfecho nesta quarta-feira (4).

O corpo da adolescente, encontrada na segunda-feira (2), foi identificado pela polícia. Tatiane da Cruz Bueno, de 17 anos, tinha sinais de queimadura no pescoço, braço e parte do tórax. Segundo informações da Polícia Civil, ela havia desaparecido no último sábado (31)

O caso

A adolescente foi encontrada morta na zona rural de Tijucas do Sul. Ela tinha cabelos castanhos e vestia calça jeans, blusa branca e tênis nas cores rosa e branca. Além disso, estava com uma blusa de lã, que segundo a perita Fabíola Machado, da Polícia Científica, foi utilizada para atear fogo no pescoço da vítima.

“Uma parte da blusa foi usada para fazer o fogo, mas não há nenhum sinal de luta ou tortura”, afirmou a perita.

Da Rádio Banda B

Deixe uma resposta