Paraná Extra

Policia prende “Lacraia”, traficante com cinco homicídios

Tiago Rosa Dias, 26 anos, vulgo “Lacraia”, foi preso na manhã desta quarta-feira (18) por policiais do Setor de Investigações da Delegacia de Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

“Lacraia” é apontado pela Polícia Civil como um perigoso homicida. (Foto: SESP)

“Lacraia” é apontado pela Polícia Civil como um perigoso homicida. (Foto: SESP)

, tendo envolvimento em pelo menos cinco crimes contra vida ocorridos na cidade nos últimos quatro anos.

 

Segundo as investigações, “Lacraia” seria traficante de drogas e impunha medo e pavor aos moradores do Bairro Vila União e redondezas. O primeiro homicídio no qual Tiago é acusado de ter cometido foi contra Eder Aparecido Cordeiro, ocorrido em 15 de fevereiro de 2008. Depois teria sido o responsável pela morte de Alisson Rodrigues Hermann, ocorrida em março de 2010. Já em 15 de novembro de 2011, foi também autor da morte de Willian Oliveira da Silva, vulgo “Chineque”.

 

Por último ele cometeu o duplo assassinato das vítimas Samuel Pires e Tainá da Conceição Marinho, no dia 15 de janeiro de 2012, no Bairro Emiliano Perneta, em Pinhais. Nesta data, Tiago teria sido flagrado por câmeras de segurança em seu veículo perseguindo as vítimas, que acabaram mortas no interior de um veículo GM/Kadett, cor prata, placas LYY-7837. O motivo para a execução do casal teria sido uma dívida de drogas que Tainá teria contraído com “Lacraia”.

 

Segundo o Delegado Fábio Amaro, da Delegacia de Pinhais, “Tiago é uma pessoa extremamente fria e não possui sentimento algum pela vida humana. Nossas investigações se desenvolveram ao longo de dois anos, desde nossa chegada na cidade, e acreditamos que “Lacraia” fique fora de circulação por um longo período. Os familiares precisavam de uma resposta sobre a morte de seus entes e está ai a prestação de contas por parte da Polícia Civil de Pinhais”, conta.

 

Tiago está recolhido no Centro de Triagem II. Se condenado, ele poderá pegar uma pena 24 a 60 anos de reclusão somente em relação ao duplo assassinato ocorrido no último dia 15 de janeiro de 2012.

 

Deixe uma resposta