Paraná Extra

Policia prende quadrilha que adulterava cargas de soja

Nove pessoas, suspeitas de desviar e adulterar cargas de soja no Paraná, foram presas em flagrante pela Polícia Civil. A ação aconteceu em Ibaiti, no norte do estado, e em Paranaguá, no litoral. A investigação apontou que o grupo colocava areia e casca de soja moída em meio a carga, para desviar a soja que, após isso, era revendida pelos criminosos.

Segundo a polícia, o farelo de soja original saía de fábrica com 46% de proteína e 54% de outros componentes, como a fibra. Mas, após a adulteração, a carga chegava aos terminais de embarque com apenas 17% de proteína e 29% de areia, além da casca de soja moída e misturada, que era utilizada para atingir peso. Apenas uma das empresas, vítima dos criminosos, avaliou o prejuízo em cerca de US$ 1 milhão.

Policiais franceses também investigam o esquema, já que uma outra empresa lesada pelo grupo tem sede na França. Dos nove presos, três eram motoristas, responsáveis pelo transporte da soja, e que atuavam no desvio da carga. Dois eram funcionários do Porto de Paranaguá e quatro trabalhavam no barracão de uma empresa em Ibaiti, onde a adulteração acontecia.

(Bandnews)

Deixe uma resposta