Paraná Extra

Polícia prende quadrilha suspeita de criar sites falsos de vendas

Cinco mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão estão sendo cumpridos pela Polícia Civil no Paraná em em Goiás, contra uma associação criminosa comandada por um homem suspeito de ser um dos maiores estelionatários do país.

Até a última atualização da reportagem, quatro mandados de prisão e cinco de busca e apreensão tinham sido cumpridos.

De acordo com as investigações, a quadrilha é investigada por criar sites falsos de vendas de variados segmentos e comercializar dados de cartões de crédito de maneira ilícita de terceiros.

As investigações começaram em abril deste ano logo depois da prisão do líder do grupo, que foi preso em flagrante por manter ativo um site falso para venda de máscaras, álcool em gel, medicamentos e respiradores mecânicas.

Ele também é suspeito de oferecer um curso pela internet para estelionatários. Entre as modalidades ofertadas estavam a criação de sites fraudulentos e aquisição indevida de dados bancários para compras em nome de terceiros, informaram os policiais.

A organização criminosa teria obtido, ao menos, ainda de acordo com as investigações, R$ 100 mil de vantagem indevida em cima de empresas e pessoas físicas do Paraná, São Paulo e Santa Catarina.

Os demais investigados são suspeitos de gerenciar o suporte a outros estelionatários, vítimas e sites fraudulentos criados pelo líder do bando, com apoio de estelionatários de São Paulo e Ceará.

Para cada golpe bem sucedido, os associados a ele recebiam 70% do valor, ainda de acordo com a Polícia Civil.

(G1)

Deixe uma resposta