Paraná Extra

Preço do arroz subiu 66% em Curitiba em 12 meses

Nos últimos 12 meses, o custo da cesta básica em Curitiba registrou aumento de 23%. Os dados são da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos divulgada nesta terça-feira (6) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE).

De acordo com a pesquisa, em setembro, o custo da cesta básica na capital paranaense foi de R$ 524,25.

Entre setembro de 2019 e setembro de 2020, os produtos que apresentaram aumento do preço médio foram: arroz parboilizado (66,53%), feijão preto (52,44%), carne bovina de primeira (42,02%), óleo de soja (24,23%), tomate (21,97%), açúcar refinado (12,17%), pão francês (9,69%), farinha de trigo (6,63%), banana (3,28%), manteiga (2,41%) e batata (2,27%).

Por outro lado, os produtos que apresentaram redução no preço médio no mesmo período foram: leite integral (-3,05%), e café (-0,31%).

Já na comparação mensal, a cesta básica de setembro foi 3,70% mais cara que no mês de agosto de 2020, em Curitiba.

Nesse período, os produtos que ficaram mais caros nas prateleiras dos mercados foram: arroz parboilizado (30,63%), tomate (17,80), carne de primeira (7,52%), batata (5,88%), óleo de soja (5,02%) e a banana (2,73%)

Já os produtos que registraram queda no preço entre agosto e setembro foram: leite integral (-15,57%), pão francês (-4,71), açúcar refinado (-2,27%), feijão preto (-1,15%), manteiga (-0,97%), café (-0,31%) e farinha de trigo (-0,23%).

Em setembro, a cesta básica de Curitiba foi a sexta mais cara entre as 17 capitais pesquisadas, ficando atrás apenas de Florianópolis, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e Vitória.

(CBN)

Deixe uma resposta