Paraná Extra

Prefeitura começa a distribuir cestas básicas a estudantes

A Prefeitura de Curitiba começou nesta quinta-feira (2) a distribuição de 5.916 cestas básicas para as famílias com filhos nas escolas municipais e que estão sem merenda por causa da quarentena. As cestas começaram a ser entregues nas regionais Bairro Novo, CIC, Santa Felicidade e Tatuquara, onde as famílias estão retirando as mercadorias em pontos definidos pela equipe da Secretaria Municipal de Educação com administradores regionais.

A partir de sábado (4/4), as famílias das Regionais Cajuru e Matriz passam a ter seus nomes cadastrados no sistema dos Armazéns da Família, podendo retirar até R$ 70 em mercadorias em qualquer uma das 34 lojas da cidade. A mudança acontece para evitar aglomerações, melhorar a logística para as famílias e para a Prefeitura e agilizar o acesso ao alimento.

As famílias das regionais do Pinheirinho, Portão, Boa Vista e Boqueirão poderão usar o crédito de R$ 70 a partir de terça-feira (7/4), quando os seus nomes já estarão no cadastro dos armazéns. A Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional retomou o atendimento integral dos 34 Armazéns, que estão funcionando de terça-feira a sexta-feira, das 8h45 às 17h15, e nos sábados, das 8h45 até 13h.

Para ter acesso ao crédito de R$ 70, o responsável da família deverá ir a uma das lojas com o seu CPF e carteira de identidade. Também terá que assinar documento, certificando que recebeu o crédito.

Caso o responsável não puder fazer a compra, outro membro da famíllia poderá fazer em seu nome. Para isto, deve levar documentos pessoais e do responsável da família, além de assinar um termo de recebimento do benefício.

O crédito de R$ 70 tem validade até o fim deste mês.

Quem recebe?
Para ter direito ao benefício, a família precisa ter filhos em escolas municipais, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) ou Centros de Educação Infantil (CEIs) contratados, e que, comprovadamente, estejam cadastradas no Programa Bolsa Família.

O responsável deverá levar o CPF ou a carteira de identidade. Também precisa ter o nome do estudante matriculado e nome da instituição de ensino, para conferência dos dados.

Deixe uma resposta