Paraná Extra

Prefeitura comeAi??a a mapear focos do Aedes em Curitiba

UmAi??levantamento de criadouros do mosquito Aedes aegypti comeAi??ou a ser feito em imA?veis de Curitiba nesta quinta-feira (18). Agentes de endemias, vinculados aos dez distritos sanitA?rios da Secretaria Municipal da SaA?de, comeAi??am as visitas para identificar possAi??veis criadouros do mosquito, que transmite dengue, zika e chikungunya. Moradores devem ficar atentos Ai?? identificaAi??A?o do agente, pelo crachA?, e acompanhar a vistoria no imA?vel. O Levantamento RA?pido de A?ndice para Aedes aegypti ai??i?? LIRAa ai??i?? Ai?? diretriz do MinistAi??rio da SaA?de e faz parte da aAi??A?o Curitiba sem Mosquito, uma das metas estabelecidas pela Prefeitura, com relaAi??A?o ao Aedes. ai???Ai?? importante que moradores permitam a entrada dos agentes e se conscientizem que as visitas ajudam a proteger tanto as pessoas que habitam o imA?vel como os vizinhosai???, solicitou Tatiana Faraco, coordenadora do Programa Municipal de Controle do Aedes aegypti.

O LIRAa fornece mapa das A?reas endA?micas de cada municAi??pio e permite o planejamento de aAi??Ai??es de combate ao mosquito. A escolha dos locais a serem visitados Ai?? feita por sorteio, dentro de metodologia aplicada em todo o PaAi??s, em funAi??A?o da densidade populacional e do nA?mero de imA?veis. O resultado Ai?? o Ai??ndice de infestaAi??A?o do mosquito.

Os agentes irA?o a residA?ncias, comAi??rcios e terrenos baldios. A metodologia permite identificar focos do mosquito e os principais tipos de criadouros. A meta estabelecida pelo MinistAi??rio da SaA?de Ai?? que o Ai??ndice de infestaAi??A?o fique abaixo de 1%. No ano passado, nesta mesma Ai??poca, Curitiba ficou dentro do esperado. ai???Em 2017, teremos dois LIRAa, agora e em novembroai???, explicou Tatiana.

OrientaAi??Ai??es

Curitiba sem Mosquito prevA? aAi??A?o continuada e intensificada de limpeza pA?blica em A?reas que apresentaram maior nA?mero de focos do mosquito em 2016.

Em uma delas, os agentes comunitA?rios da Secretaria da SaA?de visitam residA?ncias e comAi??rcios para orientar a retirada de entulhos que possam servir de criadouros do mosquito. Entregam filipeta informativa e, em data marcada, um caminhA?o da Secretaria Municipal de Meio Ambiente recolhe o material. O total de material recolhido em 2017 foi de 926.823 quilos.

A Secretaria Municipal da SaA?de orienta a populaAi??A?o a manter os cuidados para eliminar possAi??veis criadouros do mosquito. Ai?? importante fazer a limpeza sistemA?tica dos quintais e nA?o deixar A?gua parada.

Deixe uma resposta