Paraná Extra

Prefeitura lanAi??a campanha contra abuso sexual infantil

A Prefeitura de Curitiba lanAi??ou nesta sexta-feira (18) a campanha ai???Abuso sexual infantil: esse mal nA?o pode crescerai???. A divulgaAi??A?o foi feita durante o XII SeminA?rio Municipal de Enfrentamento ao Abuso e Ai?? ExploraAi??A?o Sexual de CrianAi??as e Adolescentes, no SalA?o de Atos do Barigui. O evento marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Ai?? ExploraAi??A?o Sexual de CrianAi??as e Adolescentes.

De acordo com a superintendente de gestA?o da secretaria municipal da SaA?de, Tania Pires, somente 10% dos casos de abuso sexual sA?o denunciados. ai???Quando a crianAi??a ou o adolescente consegue falar sobre o assunto, o abuso jA? acontecia, em mAi??dia de trA?s a cinco anosai???, explicou Tania, que tambAi??m Ai?? mAi??dica especialista em saA?de da famAi??lia e palestrou no seminA?rio.

A presidente da FundaAi??A?o de AAi??A?o Social (FAS), Elenice Malzoni, destacou a importA?ncia de sensibilizar a populaAi??A?o sobre a gravidade da violA?ncia sexual que atinge milhares de crianAi??as e adolescentes e sobre a importA?ncia da denA?ncia.

ai???Queremos ampliar as estratAi??gias de intervenAi??A?o para o atendimento de famAi??lias que passam por essa situaAi??A?o e isso tambAi??m se dA? atravAi??s de campanhas, que visam dar voz Ai?? vAi??tima e encorajar as pessoas a fazerem a denA?nciaai???, explicou a presidente.

Pelo menos 527 mil pessoas sA?o estupradas por ano no Brasil e destes casos, 70% das vAi??timas sA?o crianAi??as e adolescentes, segundo dados do Instituto de Pesquisa EconA?mica Aplicada (Ipea). Em Curitiba, a Rede de ProteAi??A?o Ai?? CrianAi??a e ao Adolescente em SituaAi??A?o de Risco para a ViolA?ncia registrou 543 casos de violA?ncia sexual contra esse pA?blico em 2017.

As notificaAi??Ai??es foram feitas em hospitais, unidades bA?sicas de saA?de, escolas, conselhos tutelares e nos Centros de ReferA?ncia Especializados da AssistA?ncia Social (Creas) da FAS. ai???Esse tipo de violA?ncia jA? ocupa o sAi??timo lugar entre os motivos de acolhimento, ou 4,5% dos casosai???, explicou Elenice.

ViolA?ncia

Pesquisas mostram que 67,7% das vAi??timas sA?o jovens e meninas e 62% dos agressores sA?o homens, em sua maioria familiares, como pais e padrastos. Das 543 notificaAi??Ai??es registradas pela rede de proteAi??A?o em Curitiba, a maioria das vAi??timas tinha de 5 a 14 anos, o que representa 62,6% dos casos. Em segundo lugar estiveram as crianAi??as de 1 a 4 anos (26%) e em terceiro, adolescentes de 15 a 17 anos (10,9%).

Alerta

A campanha traz imagens de pessoas em frente a uma rAi??gua de crescimento usada em consultA?rios pediA?tricos, e junto o slogan ai???Abuso sexual infantil: esse mal nA?o pode crescerai???.

No material grA?fico, a campanha informa como identificar sinais de que a crianAi??a ou o adolescente pode estar sofrendo violA?ncia sexual, como mudanAi??as de comportamento e lesAi??es fAi??sicas; alAi??m de informar os telefones de denA?ncias, como o 156, canal de comunicaAi??A?o da Prefeitura com a populaAi??A?o, e o Disque 100, do Governo Federal. PeAi??as da campanha estA?o sendo divulgadas tambAi??m na internet e redes sociais.

Deixe uma resposta