Paraná Extra

Prefeitura promove nesta terça seminário sobre mudanças climáticas

Para ampliar a discussão a respeito das mudanças climáticas, especialmente entre atores públicos, a Prefeitura de Curitiba e o ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade promovem o seminário Planejamento Urbano Resiliente e de Baixo Carbono, nesta terça-feira (28), às 14h, no Salão Barigui do Parque Barigui.

No encontro serão debatidos o impacto das mudanças climáticas na infraestrutura, economia e qualidade de vida da população. O seminário também busca fomentar estratégias sustentáveis para o desenvolvimento de políticas públicas ambientais.

O evento faz parte do Urban Leds II: Acelerando a Ação Climática por Meio de Estratégias de Desenvolvimento de Baixo Carbono, projeto que visa apoiar cerca de 60 cidades do mundo alinhadas ao Acordo de Paris – de enfrentamento de mudanças climáticas. No Brasil, além de Curitiba, mais sete cidades participam da iniciativa.

De acordo com o prefeito Rafael Greca, trata-se de uma confirmação da vocação de Curitiba como capital resiliente e que se preocupa em preservar a natureza. “Com a realização deste evento, vamos ajudar a multiplicar a ideia da sensibilização para as mudanças climáticas”, disse o prefeito.

Greca lembrou as iniciativas já em andamento na cidade para a implantação de geração de energia limpa, como é o caso do projeto Curitiba Mais Energia, que prevê a utilização de painéis fotovoltaicos em prédios públicos, como o Palácio 29 de Março, sede da Prefeitura, no Centro Cívico.

O projeto

O Urban Leds II promove a cooperação entre governos locais e, a partir de suas experiências, demonstra em fóruns globais o potencial existente para investimento em projetos climáticos das cidades. Nesta segunda fase, terá foco na geração de modelos de projetos financiáveis, escaláveis e replicáveis a partir de estratégias, em setores como mobilidade, resíduos e energia.

“O ICLEI vai oferecer apoio técnico para que as cidades possam avançar em duas frentes complementares: revisitar as políticas implementadas na primeira fase do projeto e ajudar a identificar uma política pública; e acelerar a implementação dessa medida gerando impacto local positivo”, disse o secretário-executivo do ICLEI América do Sul, Rodrigo Perpétuo.

Durante a primeira fase do projeto, que teve duração de quatro anos, a Prefeitura recebeu o apoio técnico do ICLEI América do Sul na elaboração do Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa, em 2012 e 2013, e na capacitação em construções sustentáveis em prédios públicos.

As ações para o desenvolvimento urbano sustentável devem ser constantes e um compromisso dos gestores, segundo a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias. “Curitiba saiu na frente e continua sendo uma cidade voltada para a preservação e conservação da natureza. Basta olhar com atenção para todos os programas e projetos desenvolvidos desde a década de 1970”, destacou.

Menos papel e zero plástico

As boas atitudes começam na organização. Embora ainda não seja comum em eventos no país, o uso consciente dos recursos, diminuindo a geração de resíduos, é uma exigência do Iclei América do sul na realização do seminário.

A medida foi amplamente atendida pelas equipes responsáveis pela realização e, além de não se ver a distribuição de material em papel, os coffee breaks terão apenas vidro e cerâmica no serviço.

O projeto

O Urban Leds II é implementado pelo ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade e ONU-Habitat e financiado pela Comissão Europeia. Na segunda etapa, abrange quatro novos países – Colômbia, Ruanda, Laos e Bangladesh -, além dos quatro participantes da primeira etapa – Brasil, Índia, Indonésia e África do Sul.

Com um investimento de 8 milhões de euros, o projeto apoiará cerca de 60 cidades do mundo na condução de estratégias climáticas alinhadas ao Acordo de Paris. No Brasil, oito cidades participam desde a primeira fase (2012-2016): Betim (MG), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE) e Sorocaba (SP).

O Iclei

O ICLEI é a principal rede global de mais de 1,5 mil cidades e regiões comprometidas com a construção de um futuro sustentável.

Os Governos Locais e Regionais da Rede ICLEI trabalham com uma equipe de especialistas globais em 22 escritórios em 124 países. Juntos, abordam os impactos locais de mudanças globais, da mudança climática à urbanização, para promover o desenvolvimento urbano com menor impacto possível e construir comunidades equitativas e centradas nas pessoas.

O secretariado para América do Sul conecta mais de 60 governos associados em oito países. Ao longo destes anos, destacou-se no desenvolvimento e execução de projetos nas temáticas de: Clima e Desenvolvimento de Baixo Carbono, Resiliência, Resíduos Sólidos, Compras Públicas Sustentáveis, Biodiversidade Urbana, dentre outros.

 

Deixe uma resposta