Paraná Extra

Presos irmãos que cometeram crime em loja de conveniências

Dois homens suspeitos de serem os autores dos assassinatos dentro de uma loja de conveniências, em um posto de combustíveis, no bairro Batel, em Curitiba, foram presos pela Polícia Militar na madrugada de hoje (17).

Os suspeitos, de 40 e 31 anos que são irmãos, estavam em um sobrado no bairro Pinheirinho, e teriam confessado a participação no crime. Os dois foram levados para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e devem ser ouvidos pela polícia ainda hoje (quarta, 17). Os assassinatos aconteceram na tarde da quinta-feira (11) da semana passada. Duas pessoas foram mortas. O advogado Igor Kaluff, que tinha 40 anos, e o amigo e motoboy Henrique Mendes Neto, de 38 anos.

Segundo a Polícia Civil, as mortes foram provocadas por um acerto de contas entre os envolvidos por uma dívida de R$ 480 mil de pedras preciosas. O empresário Bruno Ramos Caetano, suspeito de ser o mandante do duplo homicídio, foi preso na sexta-feira (12) e em depoimento à polícia afirmou que recebeu ameaças por mensagens do advogado Igor Kaluff antes do encontro na loja de conveniência.

Ainda conforme Bruno, a dívida pelas pedras ocorria desde o fim do ano passado. O empresário está preso preventivamente (por tempo indeterminado) e pode responder por homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, mediante dissimulação e para assegurar a impunidade de outro crime.

(Bandnews)

Deixe uma resposta