Paraná Extra

Procon lacra agências bancárias em Apucarana

Quatro agências bancárias, de duas redes distintas, de Apucarana, no Norte do Paraná, foram lacradas na manhã desta segunda-feira (19) por fiscais da Coordenadoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon). Elas não estavam atendendo os clientes dentro das condições exigidas pela lei e deverão ficar fechadas por 48 horas.

Três das agências não possuem câmeras de segurança para monitorar a entrada e saída de pessoas, também não têm biombos para proteger os clientes que estão nos caixas, além da falta do sistema de senhas de atendimento e cadeiras para a espera das senhas. Na quarta agência falta apenas a instalação dos biombos.

Quatro agências que não se adequaram à lei foram lacradas por 48 horas (Foto: Divulgação)Quatro agências que não se adequaram à lei foram lacradas por 48 horas (Foto: Divulgação)

De acordo com o coordenador do Procon de Apucarana, Rafael Silva, neste prazo de 48 horas os bancos devem apresentar projetos para se adequar à lei. “Caso rompam o lacre a multa diária é de R$ 100 mil por agência”, explicou Silva.

“Podemos prorrogar este prazo, mas elas ficarão fechadas até entregar os projetos ou escolhem pagar a multa”, afirmou também o coordenador. Segundo ele, há mais de quatro meses o Procon vem conversando com os gerentes dos bancos da cidade. “Na terça-feira (13) demos o ultimato para entregar o projeto até a sexta (16) e essas duas bandeiras não entregaram”.

Em Apucarana há 11 agências bancárias e apenas as quatro não cumprem as exigências. O coordenador orientou que os clientes não podem ser prejudicados com o fechamento destes bancos e que não podem pagar juros por atrasos em faturas.

O Procon pediu a ajuda da Guarda Municipal e da Polícia Militar para a fiscalização dos bancos.

 

(G1 Paraná)

Deixe uma resposta