Paraná Extra

PromoAi??Ai??es impulsionam comAi??rcio e vendas no varejo crescem 0,7%

Impulsionado pelas promoAi??Ai??es como a Black Friday, o volume das vendas do comAi??rcio varejista do paAi??s cresceu 0,7% em novembro A?ltimo, comparado a outubro, na sAi??rie com ajuste sazonal – compensando a queda de 0,7% registrado em outubro. Na sAi??rie sem ajuste sazonal, o comAi??rcio varejista cresceu 5,9% em novembro, comparado a outubro, a oitava taxa positiva seguida e a segunda maior registrada em 2017.

Os dados relativos Ai?? Pesquisa Mensal do ComAi??rcio (PMC) foram divulgadas hoje (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e EstatAi??stica (IBGE).

De acordo com a gerente da pesquisa, Isabella Nunes, as promoAi??Ai??es pela internet se destacaram no penA?ltimo mA?s do ano. ai???O que observamos em novembro Ai?? que as atividades mais sensAi??veis Ai??s promoAi??Ai??es de novembro – que tA?m o foco nas vendas pela internet – foram as que se destacaram. Isso mostra que a queda de outubro foi uma postergaAi??A?o de compras para novembroai???, explicou.

Com o resultado de novembro, o volume de vendas do comAi??rcio fechou o acumulado de janeiro a novembro em 1,9%, e o acumulado dos A?ltimos 12 meses em 1,1%, mantendo, desta forma, a trajetA?ria ascendente iniciada em outubro de 2016, quando o setor havia fechado em queda de 6,8%.

Na passagem de outubro para novembro, cinco das oito atividades pesquisadas tiveram resultados positivos, sendo que os maiores avanAi??os foram observados nos setores de Outros artigos de uso pessoal e domAi??stico (8,0%), que teve o maior avanAi??o desde fevereiro de 2004 (8,0%); e MA?veis e eletrodomAi??sticos (6,1%), maior resultado desde marAi??o de 2017 (6,6%).

Livros, jornais e papelaria (1,4%); Artigos farmacA?uticos, mAi??dicos, ortopAi??dicos, de perfumaria e cosmAi??ticos (1,2%); e Hipermercados, supermercados, produtos alimentAi??cios, bebidas e fumo (0,8%) completam os setores que tiveram resultados positivos.

No comAi??rcio varejista ampliado ai??i?? que inclui, alAi??m do varejo, as atividades de veAi??culos, motos, partes e peAi??as e de material de construAi??A?o ai??i?? o volume de vendas avanAi??ou 2,5% em relaAi??A?o a outubro de 2017, variaAi??A?o tambAi??m superior ao recuo de 1,7% registrado no mA?s anterior (-1,7%).
Frente a novembro de 2016, o volume de vendas no varejo ampliado subiu 8,7%, sAi??tima taxa positiva consecutiva, acumulando 3,7% no ano e 2,6% nos A?ltimos 12 meses.

Melhor novembro

O crescimento de 5,9% em novembro do ano passado, frente a novembro de 2016, foi o melhor resultado para os meses de novembro desde os 7,1% de 2013.

Para Isabella, esse resultado mostra que apesar das promoAi??Ai??es de novembro estimularem as vendas do comAi??rcio, Ai?? necessA?rio haver, tambAi??m, uma conjuntura econA?mica adequada ao consumo.

ai???Essas promoAi??Ai??es [pela internet, como a Black Friday] ainda estA?o se firmando no Brasil, as A?ltimas trA?s ediAi??Ai??es foram as mais fortes, mas a conjuntura nA?o favorecia as vendasai???.

Segundo ela, ai???jA? em 2017, o poder de consumo aumentou em relaAi??A?o aos trA?s anos anteriores, houve uma queda do desemprego, aumento da renda e reduAi??A?o da inflaAi??A?o, por exemplo. NA?o Ai?? Ai?? toa que esse novembro estA? em um ritmo mais forteai???, destacou.

Vendas avanAi??am

Na passagem de outubro para novembro de 2017, na sAi??rie com ajuste sazonal, o avanAi??o de 0,7% no volume de vendas do comAi??rcio varejista refletiu resultados positivos em 24 das 27 Unidades da FederaAi??A?o, com destaque, em termos de magnitude, para os 6,8% de Minas Gerais. Por outro lado, entre os estados com variaAi??Ai??es negativas frente a outubro, destaca-se Tocantins (-1,8%).

Frente a novembro de 2016, os resultados das vendas no comAi??rcio varejista foram positivos em 23 das 27 Unidades da FederaAi??A?o, com destaques, em termos de magnitude, para Santa Catarina (15,7%), Rio Grande do Sul (14,8%) e Mato Grosso (14,2%). Quanto Ai?? participaAi??A?o na composiAi??A?o da taxa do varejo, destacaram-se SA?o Paulo (4,7%) e Minas Gerais (12,6%).

Quanto ao comAi??rcio varejista ampliado, 25 das 27 Unidades da FederaAi??A?o apresentaram variaAi??Ai??es positivas na comparaAi??A?o com o mesmo perAi??odo de 2016, com destaque, em termos de volume de vendas, para Rio Grande do Sul (20,9%); Santa Catarina (19,4%) e Amazonas (19,1%).

Quanto Ai?? participaAi??A?o na taxa do varejo ampliado, destacaram-se SA?o Paulo (6,4%), Rio Grande do Sul (20,9%) e Santa Catarina (19,4%).

(AgA?ncia Brasil)

Deixe uma resposta