Paraná Extra

Prossegue rebelião na Casa de Custódia de Curitiba

A rebelião na Casa de Custódia de Curitiba, localizada na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), que começou por volta das 18h de domingo (1º), não tem previsão de término, de acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen).
Três agentes são mantidos reféns, segundo Ricardo Carvalho que é o presidente do sindicato. Um quarto agente também chegou a ser rendido pelos detentos e foi liberado ainda na noite de domingo.
Nesta segunda-feira (2), o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen) confirmou a continuidade do motim, mas sem divulgar detalhes.
O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar está à frente das negociações.
A rebelião
Segundo a polícia, a rebelião começou na galeria 1. A Polícia Militar informou que não há risco de fuga em massa.
Ainda não se sabe o que motivou a rebelião.
Especula-se sobre uma disputa entre facções rivais.

(Com G1)

Deixe uma resposta