Paraná Extra

Protesto na Assembleia cobra maior proteção às florestas paranaenses

No Dia Nacional da Araucária, um ato realizado em frente à Assembleia Legislativa cobra do Poder Público ações em defesa às florestas do Paraná. Para denunciar a ausência de políticas públicas, cerca de três toneladas de toras de araucárias foram levadas ao Centro Cívico.

Os troncos estão espalhados em frente às sedes do Poder Legislativo e Poder Executivo do estado. Devido à pandemia do coronavírus, apenas os organizadores da manifestação participam presencialmente.

O chamado acontece pelas redes sociais do Observatório de Justiça e Conservação, e dos parceiros do ato – a cantora e compositora Raissa Fayet e o movimento Pare Preste Atenção. O ato acontece das 11h às 15h. Após décadas de desmatamento irresponsável, estima-se que resta menos de 1% de Floresta com Araucária em bom estado de conservação, em relação ao território ocupado originalmente pelo ecossistema no Paraná.

As toras usadas no protesto são de árvores cortadas pela Prefeitura de Piraquara porque corriam risco de queda, ou que foram derrubadas em temporais.

Deixe uma resposta